Foto: Matheus Maranhão

BRB/Brasília conquista sua primeira vitória no NBB

Na noite dessa sexta-feira (19), no ginásio Nilson Nelson, o BRB/Brasilia recebeu o Mogi das Cruzes em jogo válido pela oitava rodada da NBB. E jogando com a força de sua torcida, os Lobos conquistaram a primeira vitória na competição.

Amanhã (21), o BRB/Brasília volta a jogar no Nilson Nelson, às 11h, contra o Pato Basquete, que ontem venceu o Cerrado em jogo que foi para a prorrogação.

Primeiro tempo

A primeira cesta foi do time da capital com o experiente Ronald, que em jogada individual, cavou a falta e converteu apenas um lance livre. Já pelo lado do Mogi, a primeira cesta saiu pelas mãos de seu armador Lucas Lacerda. O início de jogo foi intenso e com as defesas se sobressaindo, e pontuar parecia um desafio, até Gemerson, jogador do Brasília, acertar duas bolas de três seguidas da zona morta e aumentar a intensidade da partida.

Assim, o técnico do Mogi, Danilo Panndovani, precisou pedir um tempo técnico faltando um minuto para o final do quarto. Lucas Lacerda novamente apareceu para empatar a partida, e a primeira parcial acabou 20×17.

No segundo quarto, a ansiedade deu lugar a velocidade, de tal forma que o Brasília abriu uma vantagem em grande parte do quarto, e levou o empate no último lance com ótima enterrada de Wesley, 34×34.

Segunda metade

O começo do terceiro período foi um pesadelo para o torcedor do time candango, que viu o time perder ritmo e ficar oito pontos atrás da equipe do Mogi com ótimas atuações de Lucas Lacerda, Thiago Mathias e Wesley. Porém, a reação ainda veio no mesmo período com cestas de Fischer, João Pedro e Gemerson, e a parcial ficou 48×47 para os visitantes.

Com forte marcação e muita pressão de ambos os lados, o último quarto foi marcado por viradas. O Brasília estava à frente do placar, mas com ótima jogada de Lucas Lacerda, que foi para a linha de lance livre e empatou com três lances, o Mogi empatou e levou a partida para a prorrogação, 66×66.

Prorrogação

Em situações complicadas na tabela, as duas equipes precisavam ganhar, e estavam se doando ao máximo. Com dez segundos no relógio, Lucas, o armador do Mogi, tentou cavar a falta, não conseguiu e errou o arremesso. No contra- ataque, Arthur matou o jogo para o Brasília, que conquistou a sua primeira vitória na competição.

João Alexandre Matos

Apaixonado por esportes, buscando trazer a informação da melhor forma para o leitor.

João Alexandre Matos tem 43 posts e contando. Ver todos os posts de João Alexandre Matos

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *