Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Brasiliense vence e derruba invencibilidade do Gama

O primeiro jogo da final do Candangão 2020 foi repleto de gols: quatro. Jogando no Mané Garrincha, com gols de Marcos Aurélio, Badhuga e Aldo pelo lado amarelo, e Nunes pelo alviverde, o Brasiliense venceu por 3×1.

Com essa derrota, o Gama perdeu uma invencibilidade que já durava dois anos e meio no Candangão, desde as quartas de final de 2018, quando perdeu por 1×0 para o Luziânia.

A partida de volta será no sábado (29), no Bezerrão, às 16h. Como não há vantagem de gol fora ou melhor campanha na primeira fase, o Gama precisa vencer por três gols de diferença para se classificar.

Primeiro tempo

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

No primeiro ataque, Fernandinho cruzou para dentro da área e o zagueiro Gustavo furou. Zé Love não conseguiu pegar e a bola acabou na linha de fundo.

Logo aos 5’, mais uma chance de abrir o placar. Zé Love cruzou no fundo do campo, direto na cabeça de Romarinho, que acabou finalizando para fora.

Sem encontrar espaços na defesa, o Brasiliense abusou dos cruzamentos, mas a zaga gamense defendeu bem.

Aos 12’, a bola fez uma curva na cobrança de falta de Marcos Aurélio e quase entrou direto.

O jogo começou a ficar truncado, com muitas faltas no meio de campo. Em mais uma cobrança de Marcos Aurélio, a bola foi direto na barreira e armou contra ataque para o alviverde. Peu lançou, mas Fernandinho antecipou a jogada e chutou a bola para a lateral do campo.

Aos 33′, o Gama teve a oportunidade para abrir o placar. Nunes pegou a bola na linha de fundo e chutou cruzado, passando por Fernando Henrique e pela trave.

Já nos minutos finais do jogo, Peninha recebeu de fora da área, e antes da marcação chegar, teve tempo de parar, pensar e chutar a bola perto do ângulo, assustando o goleiro Calaça.

O Gama respondeu em duas jogadas, na primeira, defesa do Fernando Henrique em chute rasteiro após cobrança de escanteio, e na segunda, Everton fez jogada de velocidade mas acabou caindo na área antes de finalizar.

Segundo tempo

Logo no começo do segundo tempo, aos 3′, Marcos Aurélio cobrou uma falta na entrada da área, e após desvio em Amaral, a bola acabou no fundo das redes.

Foto: Gabriel L. Mesquita/Ascom Gama

O Gama sentiu o baque de levar o gol tão rápido, e não conseguiu manter o ritmo em que estava no final da primeira etapa.

Aos 7′, em nova cobrança de falta de Marcos Aurélio, Calaça deu rebote e a bola sobrou para Badhuga marcar o segundo gol do jogo.

Vilson Tadei mando então seus jogadores para o aquecimento, mas antes de conseguir fazer alguma troca, o Brasiliense fez o terceiro. Marcos Aurélio, o cara da bola parada, colocou a bola na cabeça de Aldo, que ampliou a vantagem ainda aos 15′.

O gol de honra do Gama veio aos 19′. Romarinho cometeu pênalti, e o artilheiro Nunes cobrou e marcou seu 12º gol do campeonato.

Os ânimos dentro de campo ficaram exaltados. Enquanto Nunes levava amarelo no fundo de campo por cotovelada em Fernandinho, no meio de campo outra confusão acontecia.

Essa foi a primeira derrota do Gama no Candangão em mais de dois anos. Uma vitória por pelo menos três gols de diferença classifica o Gama, por dois, a decisão vai pros pênaltis. Qualquer outro resultado dá o título para o Jacaré.

Ficha técnica

BRASILIENSE 3×1 GAMA

Campeonato Candango 2020 – final (ida)
Estádio Nacional Mané Garrincha, Brasília-DF – 26/08/2020, 11h

Árbitro: Maguielson Lima Barbosa
Aa1: Leila Naiara Moreira da Cruz
Aa2: Lehi Sousa Silva
4A: Rafael Martins Diniz

Brasiliense

Fernando Henrique; Bruno Lima, Badhuga, Rodrigo e Fernandinho; Aldo, Peninha (Renatinho), Esquerdinha (Radamés), Marcos Aurélio (Douglas), Romarinho (Fabinho) e Zé Love
Técnico: Márcio Fernandes

Cartão amarelo: Aldo

Cartão vermelho: não houve

Gama

Calaça; Amaral, Gustavo, Emerson (Gustavo Rambo), Peu; Wallace, Alba (Malaquias), Esquerdinha; Vitor Xavier (Platini), Everton (Malaquias), Nunes (David Souza)
Técnico: Vilson Tadei

Cartões amarelos: Amaral, Emerson, Peu e Nunes

Cartão vermelho: não houve

Camila Bairros

Jornalista pós-graduanda em jornalismo digital. Trabalha com esportes e, nas horas vagas, assiste futebol e pratica mais esportes.

Camila Bairros tem 106 posts e contando. Ver todos os posts de Camila Bairros

Camila Bairros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *