Frio, idioma e primeiro torneio internacional: os desafios de Luquinhas no novo clube

Mais um grande passo na carreira do atacante Luquinhas, como é conhecido no mundo do futebol. Natural da cidade de Samambaia, o jogador, que já atuava em Portugal, acertou transferência para o Légia Varsóvia, do futebol polonês. As cifras da transação ultrapassam os 4 milhões de reais. O DF Sports+ conversou com o atleta para descobrir mais sobre as expectativas para a nova temporada.

Lucas já treina com os companheiros de clube e terá a chance de participar do primeiro campeonato europeu internacional da carreira – o Légia está na pré-eliminatória para a Europa League. As expectativas do atleta são altas para participar da grande competição. Com quatro jogadores portugueses no elenco do time polonês, o atacante se sente mais confortável e vê a boa recepção feita pelos novos colegas de trabalho como um bom começo.

Mas nem tudo é só alegria. O jogador ainda esbarra na dificuldade da língua, por não saber falar inglês. O frio constante na cidade de Varsóvia também é um empecilho para o atacante. No inverno as temperaturas chegam a ficar abaixo de zero. Para o primeiro obstáculo, Luquinhas já tem a solução. O clube providenciou um professor para que a comunicação com companheiros e treinador fique mais fácil a cada dia. Já quanto ao clima, ele vê como um desafio, pois na carreira de jogador é preciso se adaptar a qualquer tipo de ambiente climático. Confira, a seguir, toda a conversa entre o DF Sports+ e o atacante Luquinhas:

DF Sports+: Como foi a negociação para você sair de Portugal e ir para a Polônia? Qual foi o diferencial para o time polonês te contratar?

Luquinhas: Acho que quem cuidou mais disso foi o meu empresário. Saí de férias e deixei ele trabalhando sobre a proposta. Tenho certeza que foi a melhor que ele escolheu. Eu acho que pelo nome do clube e por tudo que representa, foi o ideal para seguir a contratação.

DF Sports+: Como você avalia a sua passagem por Portugal? Quais foram os aprendizados?

Luquinhas: Eu avalio como uma ótima época, aprendi muitas coisas durante meu período em Portugal e através desses aprendizados acho que estou pronto pra esse novo desafio.

DF Sports+: Como vai ser pra você a parte do idioma? Você fez algumas aulas para aprender o polonês? Vai ter algum tradutor?

Luquinhas: Acho que minha maior dificuldade está sendo a língua, porque eu não falo inglês. Mas o clube já arrumou um professor para eu poder aprender mais rápido.

DF Sports+: Você já chegou a conhecer o clube? Falou com alguns atletas? Sabe se tem e quantos são os brasileiros que atuam no Legia Varsóvia?

Luquinhas: No clube tem quatro portugueses que me receberam muito bem. Acho que isso já é sinal de um excelente começo.

O atacante já está treinando com os novos companheiros de trabalho. Foto: divulgação

DF Sports+: Qual a expectativa para participar da liga Europa? Você já disputou edições de campeonatos europeus, fora nacionais?

Luquinhas: A expectativa está muito grande, porque essa competição é muito grande e eu nunca tinha participado.

DF Sports+: Você que atuou na maioria das vezes em climas tropicais, como vai ser morar e jogar regularmente em lugares com temperaturas muito baixas?

Luquinhas: Eu acho que isso vai ser uma nova adaptação para mim. Sei que tenho que me acostumar a qualquer clima.

DF Sports+: Quais os seus planos para a temporada no novo time? E para o futuro?

Luquinhas: Espero fazer uma boa época e poder ajudar o clube a chegar no objetivo, que é ser campeão.

DF Sports+: Qual a dica que você dá para a garotada de Brasília que quer se tornar jogador profissional?

Luquinhas: A dica que eu dou é nunca desistir do sonho, porque nada nessa vida é impossível, coloque sempre Deus na frente que o resto fica fácil.

Luiz Fernando Santos

Engenheiro eletrônico de formação, decidiu seguir a carreira jornalística por amor ao esporte. Está na área como repórter e comentarista desde 2018.

Luiz Fernando Santos tem 62 posts e contando. Ver todos os posts de Luiz Fernando Santos

Luiz Fernando Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *