Foto: Mateus Tourinho/Brasília FC

Jogando no Mané Garrincha, Brasília goleia o SESP/ Taguatinga

Na tarde deste sábado (25), o Brasília fez sua estreia como mandante na Segundinha, e jogando no Mané Garrincha, goleou o SESP/Taguatinga. A partida foi longe de equilibrada, apesar da melhora significativa da equipe visitante por boa parte da segunda etapa, o Colorado confirmou o favoritismo e venceu o jogo com um resultado largo.

O ataque do Brasília estava inspirado, e marcou seis gols em cima do SESP/Taguatinga. No primeiro tempo, a equipe colorada dominou o jogo quase que completamente, apesar do começo bom da defesa adversária. Entretanto, após o primeiro gol de Mirandinha, ainda aos 8′, deu para notar que a equipe sentiu o gol.

Primeiro tempo

Os primeiros minutos foram intensos. O Brasília iniciou com um ataque bem trabalhado e assertivo, mas a primeira grande chance de gol foi do SESP/Taguatinga, que com 3′, após receber bola do goleiro, engatou um ataque perigoso e ousado, e viu a bola tirar tinta do travessão, trazendo susto para os donos da casa.

O Colorado manteve a posse de bola, e o SESP/Taguatinga parecia jogar em função do contra-ataque. Apesar do sufoco, os visitantes se defendiam bem, mas tinham dificuldade em tirar a bola do campo defensivo.

Com oito minutos de jogo, gol do Brasília. A jogada se iniciou de um lateral, houve um babe-rebate, e Mirandinha achou um bom espaço para estufar as redes do goleiro Lucas. O Brasília manteve o volume de jogo, e novamente a partir da bola parada, veio o segundo gol da partida. Após rebote de Raphael, Lucas, camisa 11, pegou de primeira e chutou para ampliar o placar.

Os donos da casa utilizavam muito a esquerda, que foi de onde veio o terceiro gol. Com cruzamento do Juninho, Romário – que iniciou a jogada -, finalizou chutando para o gol.

Ainda na primeira etapa, com quase 30 minutos de jogo, Marçal resolvou mudar seu time. Saiu o camisa 7, Denilson, e entrou Luan Arley, camisa 17 – um volante por um atacante. A mudança trouxe um pouco mais de movimento ao time, que chegou perto do gol mais vezes. Aos 33’, teve uma oportunidade em bola parada, porém Tostinha chutou por cima do gol.

Em ataque do Brasília, houve um encontrão duvidoso dentro da área, mas, sem hesitar, o árbitro mandou seguir. Em novo encontrão, dessa vez na entrada da área, o árbitro marcou a falta, e Raphael, camisa 8, surpreendeu com uma cobrança de falta perfeita no ângulo.

Foto: Mateus Tourinho/Brasília FC

Segundo tempo

Perdendo por 4×0, o SESP/Taguatinga voltou para a segunda etapa com mais mudança: saiu o meia Kevin e entrou o camisa 19, Garcia, o que trouxe ao time uma postura diferente.

Com 5′, o Colorado teve a oportunidade de fazer mais um a partir da bola parada, mas Juninho bateu uma falta direto para fora, por cima do travessão. Dois minutos depois, os visitantes tentaram chegar ao gol de Márcio Fernandes, mas sem sustos para o goleiro.

Com quase 10 minutos de jogo, Romário chegou ao gol quase livre, mas o goleiro Lucas estava ligado e fez uma boa defesa. Na jogada de resposta, o SESP/Taguatinga chegou com perigo, e Wesley quase diminuiu o placar.

Com quase 15 minutos de jogo, houve uma falta frontal em cima do Raphael Augusto, e Rodrigo, camisa 3 do SESP/Taguatinga, levou cartão amarelo. Em erro bobo da defesa do Brasília, Wesley aproveitou e roubou a bola e chutou para o gol, para boa defesa de Márcio.

Então, foi a vez de Luís dos Reis promover mudanças em sua equipe. Maranhão e Romarinho entraram para as saídas de Mirandinha e Romário, respectivamente. Em lance de bola alta na grande área, Rodrigo ao subir para cabecear, pareceu encostar a mão na bola, jogadores do Brasília reclamaram, mas o árbitro mandou seguir.

Depois de mais da metade do segundo tempo, Taguatinga chegou mais uma vez com perigo ao gol. Apesar do resultado complicado de reverter, o time visitante insistiu em chegar ao gol para diminuir o placar, mas contou com boa atuação de Márcio Fernandes.

Dadinho entrou em campo no lugar do autor do quarto gol, Raphael. Apesar de já não estar valendo por conta de uma falta de ataque, Maranhão chegou ao gol e Lucas Diniz, novamente bem posicionado, defendeu o que poderia ter sido o quinto gol.

Nos últimos minutos, com assistência do Maranhão, Romarinho marcou o quinto gol da partida após a saída de bola errada. Já nos acréscimos, Maranhão, que já vinha buscando o seu, recebeu a bola do Dadinho e finalizou a partida com o 6º gol da equipe do Brasília.

Na próxima rodada, a terceira da Segundinha, o Colorado folga, enquanto o SESP/Taguatinga recebe o Cruzeiro, ainda sem data e local definidos.

Ficha técnica

BRASÍLIA 6×0 SESP/Taguatinga

Campeonato Candango 2ª Divisão 2021– Primeira fase – segunda rodada
Estádio Mané Garrincha – Brasília – DF – 25/09/2021, 15h

Árbitro: Maricleber Cardoso de Gois
A1: Cassia França de Souza
A2: Kinberlyn Morais Ramos
4º árbitro: Bruno Moura Goncalves Lemos

BRASÍLIA

Márcio Fernandes; Judvan, Pedrão, Fernando e Leandro C; Filipe Werley, Raphael Augusto e Juninho; Mirandinha, Romário e Lucas Victor
Técnico: Luís dos Reis

Gols: Mirandinha (8′ 1T), Lucas Victor (18′ 1T), Romário (25′ 1T), Raphael Augusto (41′ 1T), Romarinho (45′ 2T) e Maranhão (47′ 2T)
Cartões Amarelos: Romário
Cartões Vermelhos: Não houve

SESP/TAGUATINGA

Lucas Diniz; Rodrigo Maloka, Rodrigo, Diego e Raykart; Vitão, Wiglas e Josué Kevin; Denilson, Totinha e Wesley
Técnico: Edmilson Marçal

Gols: Não houve
Cartões Amarelos: Vitão e Rodrigo
Cartões Vermelhos: Não houve

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *