Foto: Gustavo Moreno Esp Metrópoles

Brasiliense goleia e garante a vaga na final do Candangão

Em busca da 13ª vitória seguida, o Brasiliense entrou em campo com algumas mudanças em relação ao último jogo, quando venceu o Luziânia pelo placar mínimo.

Mesmo assim, a equipe de Taguatinga comandou a partida e liquidou o placar ainda no primeiro tempo, com grande atuação de Tobinha, que além de sofrer dois pênaltis, marcou gol ao final da etapa.

Com mais um gol no segundo tempo, o Jacaré confirmou a vitória por 5×0 e garantiu a vaga na final do Candangão – a quinta consecutiva. Na próxima rodada, o Brasiliense enfrenta o Ceilândia, que venceu o Gama de virada hoje, enquanto o Luziânia visita o alviverde.

Primeiro tempo

A busca por mais uma vitória no Candangão começou cedo. Logo aos 15′, Peninha entrou com velocidade na área e acabou derrubado por Gustavo Melo. Na cobrança de pênalti, Peu bateu para abrir o placar.

O Luziânia não teve nem tempo de reagir. Três minutos depois, Peninha foi ao ataque novamente com velocidade e passou por Gustavo com facilidade. O goleiro Matheus Lorenzo parou o atacante com falta e o árbitro assinalou nova penalidade máxima, dessa vez convertida por Bruno Nunes, o quarto dele em quatro jogos.

Mesmo sem Zé Love, o artilheiro da equipe amarela, o Brasiliense tomou conta do campo de ataque do Luziânia, que não conseguia passar do meio de campo.

Aos 23′, Peninha viu que Matheus Lorenzo estava adiantado e tentou surpreender chutando de cobertura, mas não pegou bem o suficiente na bola.

E já no final da primeira etapa, o Luziânia mostrava cansaço de ter ficado 45 minutos correndo atrás da bola sem sucesso, e o Brasiliense aproveitou para ampliar o placar.

Primeiro com Didira, que aproveitou o rebote de um chute do Lídio que estampou o travessão aos 46′. Em seguida, no último lance do primeiro tempo, Tobinha usou de sua velocidade para passar com facilidade por toda a defesa e chutar para o gol livre, marcando o quarto da partida.

Foto: Gustavo Moreno Esp Metrópoles

Segundo tempo

Para tentar mudar o estilo de jogo e conseguir levar perigo ao Jacaré, o técnico Ricardo Antônio fez quatro substituições para a volta da segunda etapa.

E com seis minutos de jogo, o time da Igrejinha já conseguiu ser mais efetivo do que no primeiro tempo inteiro. Goduxo arriscou de longe e Sucuri defendeu, mas a bola sobrou nos pés do Ferrugem, que chutou direto e obrigou o arqueiro do Jacaré a fazer uma grande defesa com a perna.

Jorge Henrique tentou fazer seu primeiro gol com a camisa do Brasiliense mas parou em boa defesa de Matheus Lorenzo e o lance acabou anulado por impedimento.

Quando o relógio marcava 23 minutos, Zotti fez lindo cruzamento na cabeça de Jorge Henrique, que mesmo entre dois marcadores conseguiu a finalização para fazer o 5° gol do jogo.

Fumaça teve a chance de marcar o sexto aos 29′. Após cobrança de escanteio, a bola chegou ao segundo pau e encontrou Fumaça – que entrou no lugar de Tobinha -, que chutou de canhota direto na trave.

Apesar de ter tido mais chances na etapa final, o Luziânia parou em boas defesas do Sucuri e não conseguiu alterar o placar. Com o resultado, a equipe praticamente dá adeus às chances de ir para a final do Candangão, enquanto o Brasiliense confirma a vaga em busca de mais um título.

FICHA TÉCNICA

LUZIÂNIA 0x5 BRASILIENSE

Campeonato Candango 2021 – Semifinal – Quarta rodada
Estádio Serra do Lago, Luziânia-DF, 05/05/2021, 15h30

Árbitro: Maguielson Lima
A1: José Reinaldo Jr
A2: Leila da Cruz
Quarto Árbitro: Adriano Neri

Luziânia

Matheus Lorenzo; Marcos Douglas, Gustavo Melo (Rodrigo Menezes), Perivaldo e Goduxo; Dadinho, Robson, Jhonatan (Kelvin) e Leo Torres (Klebinho); Romário (Índio) e Matheus Rocha (Ferrugem)
Técnico: Ricardo Antônio

Cartões amarelos: Matheus Lorenzo, Dadinho, Leo Torres, Índio

Brasiliense

Sucuri; Diogo, Badhuga, Keynan (Radamés) e Peu; Lídio (Zotti), Balotelli, Peninha (Jorge Henrique) e Didira; Bruno Nunes e Tobinha (Rodrigo Fumaça)
Técnico: Vilson Taddei

Gols: Peu (16′ 1T), Bruno Nunes (19′ 1T), Didira (46′ 1T), Tobinha (48′ 1T), Jorge Henrique (23′ 2T)
Cartões amarelos: Belotelli

Camila Bairros

Jornalista pós-graduada em jornalismo digital. Escrevo sobre o esporte candango e nas horas vagas assisto mais futebol

Camila Bairros tem 280 posts e contando. Ver todos os posts de Camila Bairros

Camila Bairros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *