Foto: reprodução/Instagram

No sufoco, Brasília força terceiro jogo na semifinal da Superliga B

Em jogo emocionante, Brasília Vôlei venceu a partida por 3 sets a 2 contra o Anápolis Vôlei, neste sábado (10). A vitória foi importante, pois garantiu uma chance do Brasília de lutar pela vaga na final e subir para a Superliga A na próxima temporada. 

A semifinal seguiu os mesmos moldes da etapa anterior, playoffs melhor de três para decidir quem segue para a final. O próximo confronto será no domingo (11), às 16h, no ginásio Sesi, em Taguatinga (DF).

O troféu Viva Vôlei da partida foi entregue para o central Rubbo.

Foto: reprodução/Instagram

Primeiro Set

Assim como no primeiro jogo, a partida começou equilibrada. E ali no meio do jogo, os brasilienses passaram um pouco mais de sufoco com o adversário que chegou a tomar a frente na contagem por diversas vezes com diferença de dois pontos. 

Mas quando o time do Anápolis tomou a frente por três pontos de diferença, o técnico Thiessen do Brasília pediu um tempo para conversar com a equipe. Ainda assim, o Anápolis tomou a dianteira com maestria no meio da partida e marcou uma diferença de cinco pontos, 17×12.

Porém, o Brasília Vôlei conseguiu se recuperar e alcançou novamente uma diferença de três pontos até findar o set. Rubbo e Kelvin fecharam o set com um bloqueio espetacular que desajeitou a equipe adversária, 25×22.

Segundo Set

E o jogo continuou equilibrado: o máximo de pontos de vantagem abertos durante o set foi de três pontos, para ambas as equipes.

Na reta final, as coisas ficaram muito indecisas, porque tanto os brasilienses quanto os goianos tinham oportunidades claras para fechar o set. Aos 24 pontos ainda estava tudo empatado, mas em uma bola fora do Anápolis Vôlei, o Brasília conseguiu fazer 26×24 e finalizou o segundo set.

Terceiro Set

E logo no início, um rally excepcional definiu o primeiro ponto para o Brasília, mas a equipe goiana estava mais empenhada e conseguiu a primeira vantagem no set.

Apesar da partida muito equilibrada, ponto lá e ponto cá, o Anápolis foi o primeiro a abrir cinco pontos de vantagem na partida. Vantagem essa que não durou muito tempo, logo o equilíbrio voltou a ser predominante. 

Mas em um bloqueio sensacional de Alberto e João, o Anápolis Vôlei fechou o set com 25×23.

Quarto Set

A equipe do Brasília saiu com mais gás, abriu cinco pontos de vantagem contra zero. Mas, logo em seguida o jogo voltou à normalidade e as equipes empataram, 7×7.

Depois de um rally extremamente disputado, o Brasília abriu três pontos de vantagem em grande jogada de Dutra. 

Na reta final, o Brasília e o Anápolis estiveram com pontuações coladas, mas os goianos levaram o quarto set por 25×23 e levou a partida para o tie break.

Tie Break

O jogo continuou equilibrado. O Brasília saiu na frente (mais uma vez) mas tão logo se viu empatado em 4×4 com a equipe do Anápolis. A primeira vantagem de dois pontos veio só no décimo ponto do Brasília. 

Em momento decisivo, os brasilienses retomaram o desempenho e abriram quatro pontos de vantagem, 13×9. 

O jogo continuou indefinido, o Brasília chegou a conseguir o primeiro match point, mas errou muito e deixou o Anápolis empatar e chegar a 14×14.

Ponto a ponto, o tie break foi levado aos 21 pontos em um ace de Kelvin que fechou a partida em 21×19.

Ficha técnica

BRASÍLIA VÔLEI/UPIS 3×2 ANÁPOLIS VÔLEI

Brasília Vôlei

Time: Paulo L,Alex, Rubbo, Dutra, Kelvin, Lucaian. 

Líbero: Matheus S.

Técnico: Marcelo Thiessen.

Anápolis Vôlei

Time: Henrique, João Vitor, Lucas B, Alberto, William, Rodrigo.

Líbero: Mateus H.

Técnico: Ricardo Picinin.

Priscila Ferreira

Jornalista, publicitária e copywriter. Ama Jesus, sua família, animaizíneos, post-its, fazer resenhas das leituras diárias, escrever uns paranauês com o intuito de virar best-seller e cantar Bruno Mars.

Priscila Ferreira tem 2 posts e contando. Ver todos os posts de Priscila Ferreira

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *