Foto: Orlando Bento/MTC

Brasília Vôlei é eliminado da Superliga pelo Itambé Minas

O Brasília Vôlei voltou a enfrentar o Itambé Minas pela segunda partida das quartas de final da Superliga Feminina de Vôlei. O Brasília precisava de um resultado positivo para empatar a série melhor de três, mas não conseguiu sair vitorioso e novamente foi derrotado por 3 sets a 0, sendo eliminada da Superliga pelo time de melhor campanha da primeira fase.

A partida inicialmente estava marcada para às 19h, mas foi adiantada para às 14h por decreto estadual do Governo de Minas Gerais.

O jogo

Foto: Orlando Bento/MTC

Logo no início da partida, Ariane se tornou segunda maior pontuadora da Superliga. O primeiro set começou com o Minas levando vantagem, e a equipe conseguiu se distanciar acertando saques e se aproveitando das dificuldades do Brasília na recepção, fechando o set em 25 a 13. Do lado do Brasília, a destaque foi a ponta Paula, com quatro pontos.

No segundo set, o Minas cometeu uma série de erros e o Brasília conseguiu endurecer o jogo nas disputas da rede e também cometendo menos erros na recepção. Apesar do crescimento do time brasiliense, o time mineiro cresceu na reta final do set e fechou o set em 25 a 17.

As mandantes começaram o terceiro set com tudo, e desde o início abriu uma grande vantagem. Sem grandes dificuldades, o Minas fechou o último set novamente em 25 a 17, garantindo a classificação para as semis, onde irá enfrentar o vencedor entre SESC Flamengo e SESI Bauru.

Fim de jogo

Nas duas partidas o Brasília tentou com muita garra segurar o melhor time da competição na primeira fase, e até conseguiu equilibrar o jogo em alguns momentos, mas a qualidade e experiência das jogadoras do Minas sobressaiu.

A norte-americana Megan ganhou o prêmio Viva Vôlei de melhor jogadora da partida. Além da jogadora da seleção americana, as renomadas Thaísa, Pri Dairot e Carol Gattaz também foram essenciais na vitória da equipe mineira.

O time do Brasília acabou sendo neutralizado, e Ariane não conseguiu repetir as grandes atuações que teve durante a Superliga, apesar de ter sido uma das maiores pontuadoras da partida ao lado de Paula e Aline. Agora, a equipe volta para a capital federal com consciência de que enfrentou uma das grandes equipes favoritas ao título, e deve se orgulhar de novamente ter conseguido terminar entre as oito melhores equipes da Superliga Feminina.

João Paulo

Jornalista apaixonado em contar as histórias que o esporte proporciona. Boêmio e torcedor nas horas vagas.

João Paulo tem 85 posts e contando. Ver todos os posts de João Paulo

João Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *