Foto: ascom/Real Brasília

Brasileiro A2: Real Brasília é melhor, marca de bicicleta, mas acaba eliminado nos pênaltis

Em busca da primeira final em nível nacional – o Campeonato Brasileiro A2 – o Real Brasília reencontrou a equipe do Napoli-SC, neste domingo (17), pela partida de volta da semifinal. Mas, dessa vez, em território catarinense.

Enredo

Com o fator casa ao seu favor, o Napoli tratou de buscar o campo de ataque nos primeiros minutos da partida. Aspecto que permaneceu até os oito minutos, quando o Real Brasília conseguiu equilibrar as ações e agredir as adversárias com descidas pelas laterais e com o controle do meio-campo ao seu favor.

Contudo, na primeira chance clara da partida, as donas da casa não perdoaram. Aos 20′, após cobrança de falta, a bola foi alçada na área, nas costas da marcação e encontrou Júlia, a lateral finalizou, Flávia não conseguiu segurar a bola e soltou nos pés da atacante Aninha que teve apenas o trabalho de estufar o barbante – 1×0 Napoli.

Aos 36′, Sassá ajeitou a bola para cobrança de falta frontal ao gol catarinense e soltou o petardo de perna esquerda. Na sequência, Dida espalmou para linha de fundo, evitando o gol de empate. No escanteio, Isabela finalizou e novamente a guarda das redes interviu.

Em busca do placar, a reta final da primeira etapa seguiu a favor das visitantes. Aos 42′, Marcela fez bela jogada individual pela direita da grande área e passou por duas marcadoras, a camisa 11 tinha a opção de tocar para a companheira que se apresentava, porém, optou em finalizar para, mais uma vez, uma bela intervenção de Dida que tirou o perigo do ângulo.

Com 46 minutos cronometrados no pulso do árbitro Fernando Henrique, o Real Brasília chegou novamente. Rafa Soares desarmou um contragolpe e com a bola sob seu domínio arriscou finalização de longa distancia, com destino final o ângulo direito. Mas, novamente, a goleira foi feliz.

Foto: ascom/Real Brasília

Segundo tempo

Com a vantagem, o Napoli retraiu as linhas de marcação e esperou por um erro das visitantes para contra golpear. E foi dessa forma que as catarinenses chegaram à melhor oportunidade da segunda etapa até então.

Na altura dos 30 minutos, após falha da defesa, Soraya saiu cara a cara com a goleira Flávia, no entanto, a camisa 1 foi melhor no lance, fechou o ângulo e abafou o chute para evitar o segundo gol.

Sem conseguir ameaçar a meta adversária como na primeira etapa, o Real Brasília viu a caminhada ficar mais dura os 35 minutos.

Após um principio de confusão generalizada, o árbitro expulsou duas atletas de cada equipe. No Real, Rafa Soares e Ronaldinha foram para o vestiários mais cedo. Pelo lado do Napoli, Soraya e Lari. Minutos depois, Isabela também acabou expulsa ao receber a segunda advertência amarela.

Brilha, Bárbara!

O relógio entrava na última volta quando, Bárbara, em um lance de craque, colocou o Real Brasília novamente no páreo. Pitty cruzou, a camisa 15 dominou de costas para o gol na entrada da área e, de bicicleta, empatou a partida levando a decisão para os pênaltis.

Na marca da cal, Jamille e Flávia desperdiçaram as cobranças que decretaram a eliminação da equipe candanga na semifinal da competição. Final: 5×4.

Agora, já assegurado na Série A1 em 2021, o Real Brasília volta a atenção para a estreia no torneio, prevista para o dia 28 de março.

Ficha técnica

NAPOLI-SC X REAL BRASÍLIA
Campeonato Brasileiro Feminino A2 – Semifinal – Volta
Carlos Alberto Costa Neves – Cacador – SC , 15h

Árbitro: Fernando Henrique de Medeiros Miranda (SC)
Assistentes: Daiane Aparecida Madeira e Jennifer Cassiane Soares (SC)
Quarto Árbitro: Gustavo Ervino Bauermann (SC)
Analista: Claudemir Maffessoni (SC)

Napoli-SC

Dida; Miriam, Mariana, Thays e Júlia (Karen); Sara, Treyci, Aninha (Lari) e Luana (Thamires); Soraya e Maria
Técnica: Carine Marla Bosetti

Gols: Aninha (20′ – 1t)
Cartão amarelo: Luana, Júlia, Dida, Tabata
Cartão vermelho: Soraya e Lari

Real Brasília

Flávia; Eliane, , Isabela, Jamille e Nathalia (Lana); Rafa Soares, Sassá (Bárbara), Maiara; Rhaizza (Pitty), Marcela e Amanda (Ronaldinha)
Técnico: Evilásio de Almeida

Gols: Bárbara (53′ – 2t)
Cartão amarelo: Jamille, Marcela, Isabela (2), Nathalia, Maiara, Evilásio de Almeida
Cartão vermelho: Rafa Soares e Ronaldinha e Isabela

Marcus Rodrigues

Estudante de jornalismo da Universidade Paulista (Unip). Repórter do portal Metrópoles. Comentarista esportivo. Integra a equipe do DF Sports+ desde julho de 2019

Marcus Rodrigues tem 172 posts e contando. Ver todos os posts de Marcus Rodrigues

Marcus Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *