Foto: Gilson Borba/Especial para o Metrópoles

Brasiliense sai na frente, mas leva o empate no primeiro jogo do mata-mata

Neste domingo (6), o Brasiliense foi até o Espírito Santo para enfrentar o Real Noroeste pelos 16 avos de final da Série D. O time candango, dono da melhor campanha da primeira fase, chegou com favoritismo, mas saiu com o empate no jogo de ida.

Em jogo equilibrado, Brasiliense e Real Noroeste empataram em 1×1, o que deixa o jogo em aberto para a partida de volta, no próximo sabado (12), no Serejão.

Primeiro tempo

Logo aos 4 minutos, o Jacaré teve sua primeira chance na partida. Peu recebeu na esquerda e cruzou na área, achando o meia-atacante Zotti. O camisa 10 conseguir cabecear, mas a bola saiu ao lado direito do goleiro Farley.

Aos 10′, o Real Noroeste levou perigo em finalização de fora da área. Danilo Negueba chutou forte e exigiu ótima defesa do goleiro Fernando Henrique. Logo após essa finalização, os jogadores do time capixaba passaram a adotar essa estratégia de finalizar de longe e Aloisio e Thiago Lima emendaram chances em sequência para o time do Espírito Santo.

Peu cobrou falta de longe e o goleiro Farley quase aceitou. O lateral-esquerdo do Brasiliense voltou a levar perigo aos 33′, com uma forte finalização de fora da área que acabou subindo demais.

Aos 35′, o Brasiliense chegou ao primeiro gol. Balotelli roubou a bola no meio de campo e encontrou Luquinhas entrando na área. O camisa 7 esbanjou qualidade e, com um leve toque por cobertura, marcou o primeiro gol do Jacaré na partida.

Logo em seguida, Igor Santos fez boa jogada pelo meio e encontrou Matheus Firmino em ótimas condições de finalizar dentro da área. O camisa 11 chutou forte e exigiu grande defesa do goleiro Fernando Henrique.

No final da primeira etapa, aos 45′, Aloisio recebeu na direita e finalizou de fora da área. A bola acabou saindo fraca e o goleiro do Jacaré defendeu facilmente.

Segundo tempo

A primeira oportunidade da segunda etapa veio aos 14′. Matheus Firmino recebeu pelo lado esquerdo, cortou para o meio e chutou forte de fora da área. O chute levou perigo, mas passou à direita do goleiro Fernando Henrique.

Em um início de segundo tempo sem muitas chances, Maicon Assis criou uma oportunidade de gol só aos 22′. O ponta do Brasiliense acertou um forte chute de fora da área e o goleiro Farley conseguiu fazer boa defesa.

Aos 37′, o Brasiliense teve uma chance muito similar ao gol criado na primeira etapa. Balotelli recuperou a bola no meio-campo e achou grande passe, dessa vez para Rodrigo Fumaça, que saiu na cara do gol e chutou em cima do goleiro Farley.

No final da partida, aos 46′, o Real Noroeste conseguiu o gol de empate. Em ótima jogada individual, Isaias driblou pelo meio e entrou na área. O atacante chutou truncado na primeira vez, mas conseguiu finalizar melhor na sobra e fez o gol do time capixaba. 1×1.

No último lance da partida, Jefferson Maranhão teve boa chance de conquistar a vitória para a equipe candanga. Após ótima jogada de Romarinho, o ponta do Brasiliense recebeu de cara para o gol, mas chutou mal, à esquerda do goleiro Farley.

O próximo jogo do Brasiliense será no sábado (12), no Serejão, pelo joga de volta da eliminatória contra o Real Noroeste.

FICHA TÉCNICA

REAL NOROESTE 1×1 BRASILIENSE

Estádio José Olímpio da Rocha – 06/12/20, 15h00
Campeonato Brasileiro Série D – segunda fase, 16 avos de final

Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
A1: Daniel Paulo Ziolli (SP)
A2: Amanda Pinto Matias (SP)
4º árbitro: Luciano Andrade (ES)
Analista do campo: Carlos Eduardo do Rosário Depizzol (ES)

Real Noroeste:

Gols: Isaias
Cartões amarelos: Alysson
Cartões vermelhos: não houve

Farley; Negueba, Matheus Castelo, Alysson, Wendel (Marcus); Jonata, Thiago Lima (Jandson), Igor Santos; Aloisio (Isaias), Matheus Firmino (Wesley) e Marcel (Fabinho)

Técnico: Duzinho

Brasiliense:

Fernando Henrique, Diogo, Breno Calixto, Badhuga, Peu; Bruno Lima (Aldo), Balotelli, Zotti (Romarinho); Luquinhas (Rodrigo Fumaça), Maicon Assis (Carlos Eduardo) e Zé Love (Jefferson Maranhão)

Técnico: Edson Souza

Gols: Luquinhas
Cartões amarelos: Edmar Sucuri e Diogo
Cartões vermelhos: não houve

Eduardo Blatt

Estudante de Jornalismo, apaixonado por esportes e amante do futebol local. Sempre foi aquele que, quando começa a resenhar com os amigos sobre futebol, não tem quem o faça parar. Agora, busca fazer isso como profissão.

Eduardo Blatt tem 25 posts e contando. Ver todos os posts de Eduardo Blatt

Eduardo Blatt

Um comentário em “Brasiliense sai na frente, mas leva o empate no primeiro jogo do mata-mata

  • Avatar
    6 de dezembro de 2020 em 22:01
    Permalink

    O Brasiliense se acovardou, e quase entrega a classificação, ja no primeiro jogo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *