Foto: Gustavo Roquete/Capital CF

Capital elabora protocolo sugerindo medidas para retorno do Candangão

Visando se preparar e trabalhar em prol do retorno da temporada 2020, o Capital se inspirou em documentos de federações nacionais e internacionais para elaborar uma sugestão de protocolo aos clubes do Distrito Federal. O Sistema de Distanciamento Controlado criado pela Coruja prevê algumas medidas de segurança e prevenção ao novo coronavírus para quando as atividades retornarem na capital.

O Capital deixa explícito que está aguardando um protocolo oficial da Federação de Futebol (FFDF), e que este documento elaborado é apenas uma sugestão. O presidente do clube, Godofredo Gonçalves, explica também que um dos objetivos é mostrar compromisso com funcionários e colaboradores. “Todos ali são pais e mães de família, são categorias de trabalhadores que precisam de estimativa de quando vão retornar [ao trabalho]”, afirma Godofredo.

Medidas

No documento, o Capital faz sugestões para nove questões: isolamento, realização de testes rápidos, prevenção, ambientes, atendimento médico, nutrição, transporte, medição de temperatura e treinamento.

Um dos pontos-chave do protocolo é a ideia de datas que o clube propõe. Caso a FFDF usasse exatamente o mesmo documento, os treinos retornariam no dia 1º de julho. No dia 18, seria realizada a partida entre Gama x Real Brasília, pendente da primeira fase; Quatro dias depois, as quartas de final teriam início, terminando no dia 25. Nos dias 29 de julho e 1º de agosto, seriam as semifinais; as finais, nos dias 5 e 8 de agosto.

Para que isso ocorra, seriam necessárias diversas ações sanitárias e de segurança. Pensando nisso, a Coruja idealiza as seguintes medidas:

  • Todas as partidas realizadas com portões fechados;
  • Realização de testes rápidos (IgM e IgC) sete dias antes do retorno dos treinos; uma segunda rodada de testes 72h antes do início dos jogos. Caso alguém teste positivo, este atleta/funcionário/colaborador seria afastado por 15 dias
  • Em estádios e centros de treinamento, uso apenas dos ambientes de absoluta necessidade; vestiários teriam de ser utilizados em pequenos grupos; itens pessoais seriam lavados pelo atleta em sua casa; atletas teriam de ir já uniformizados para os treinos e jogos; locais como banheiros, boxes e salas de musculação teriam de ser higienizados constantemente;
  • Treinos com pequenos grupos de atletas, em turnos diferentes. Neste item, o Capital sugere que as atividades sejam separados entre goleiros, laterais, zagueiros, meio-campistas e atacantes. Necessário distanciamento de 2 metros;
  • Proibição de refeições em locais como refeitórios, tendo o atleta de se hidratar e se alimentar em um espaço individual;
  • Higienização antes e depois do uso dos ônibus, apenas caso seja necessário usar o veículo; todos os passageiros teriam de usar álcool em gel e máscara;
  • Medição de temperatura de atletas, colaboradores e funcionários.
Capital elaborou uma expectativa de datas para retomada do Candangão 2020. Foto: Reprodução

Imprensa, arbitragem e outros

O documento também fala sobre a quantidade de pessoas presentes no estádio em dia de jogo, ponto que preocupa as autoridades quando o assunto é a volta do campeonato. O Capital projeta que seriam necessárias até 113 membros envolvidos. A imprensa, por exemplo, ficaria limitada a ter apenas oito profissionais nas partidas.

De acordo com a prospecção do Capital, seriam envolvidos 35 pessoas em cada delegação dos clubes. Somados aos 70 membros, estariam os oito da imprensa citados acima, 16 da segurança pública, seis gandulas, duas ambulâncias, entre outros (veja no fim da matéria).

Ao final do documento, há descrições detalhadas de prevenção à covid-19. Leia na íntegra:

Protocolo-de-retomada-do-Candangão-2020-Capital-Clube-de-Futebol

Willian Matos

Jornalista com experiência em redação, assessoria de imprensa, rádio e portais da web. Toca cavaco quando dá tempo. Tem a certeza que Rogério Ceni é melhor que Marcos. É editor-chefe do DF Sports+ desde maio de 2019

Willian Matos tem 225 posts e contando. Ver todos os posts de Willian Matos

Willian Matos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *