Paranoá cede à pressão e desiste de Paracatu

A semana foi longa na Sucuri. Depois de firmar parceria com o clube mineiro para disputar o candangão pelo Paracatu, o presidente do clube Ryvo Matias decidiu abrir mão da parceria e desistir da mudança.

Com a decisão, o Paranoá permanece na disputa do Candangão em 2020, porém perderá a verba e a estrutura oferecidas pelo clube mineiro. As dificuldades burocráticas para acertar a parceria junto à Federação também pesaram na decisão.

A pressão sobre a diretoria do Paranoá começou logo após o anúncio da parceria feita aqui mesmo no DF Sports+. Grupos de torcedores não receberam bem a notícia e começaram a hostilizar a diretoria do clube pelas redes sociais.

Políticos compraram a briga prometeram para a comunidade reverter a decisão do clube. Agora a Diretoria do time espera, com a desistência da parceria, que a comunidade volte a abraçar o time na próxima temporada.

A Sucuri já definiu que a Comissão Técnica do time permanecerá no clube em 2020, como o técnico Vandinho Silva e os auxiliares Phillippi Coutinho, Luiz Carlos, Raphael Coutinho e Bizarro. O time volta as atenções para as renovações de contrato com o elenco que conquistou o título da divisão de acesso.

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2924 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *