Daniela Porcelli/CBF

Candangas marcam presença na Seleção Brasileira de Futebol Feminino

Por Rafael Moura

Com o fim da Copa do Mundo de Futebol Feminino em julho, onde a Seleção Brasileira foi eliminada nas quartas de final para a França, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já traça planos para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio no ano que vem. Sob novo comando técnico, a bicampeã olímpica pelos Estados Unidos, a sueca Pia Sundhage, continua fazendo testes em amistosos.

O confronto deste sábado (5), em Middlesbrough, é contra a Inglaterra; na terça-feira (8), as meninas seguem para a Polônia, onde encaram as anfitriãs. Para os desafios, a treinadora conta com duas candangas: a volante Maria Alves (Juventus-ITA) e a atacante Victória Albuquerque (Corinthians).

Maria Alves nasceu em Corrente, no Piauí, mas aos 14 anos migrou para o Distrito Federal, onde deu os primeiros passos na carreira profissional pela Ascoop. Desde 2015, estava no Santos, famoso time apelidado de “Sereias da Vila”, e recentemente foi contratada para jogar na Juventus, da Itália. As atuações levaram a garota a vestir a camisa verde e amarela nas categorias de base, mas há alguns anos ela não era lembrada para atuar pela Seleção. A última vez que Maria esteve na seleção foi durante o Torneio de Futebol Feminino da China, em outubro de 2017.

“Depois de muito tempo, estamos tendo a oportunidade de estar aqui novamente, mostra que o trabalho está sendo reconhecido. Sobre este novo desafio da Juventus, estou me sentindo em casa e feliz de ser a primeira brasileira a jogar lá, vivo um momento muito bom com muita confiança”, afirmou Maria.

Entre as convocadas neste grupo, a treinadora Pia não deixou de fora as experientes Formiga e Marta, mas pensando no futuro, a sueca também trouxe garotas novas com o intuito de continuar a observação que começou no mês passado no torneio internacional em São Paulo. Exemplo disso é a brasiliense Victória Albuquerque.

Victória tem carreira promissora, mas já vitoriosa. A atleta carrega consigo a conquista do Campeonato Brasileiro Feminino A2, onde levou o representante do Distrito Federal, o Minas/Icesp, para a elite do Brasileiro. Na atual temporada, terminou em segundo lugar a competição nacional, já pelo seu atual clube, o Corinthians.

Os dois jogos terão transmissão pelo canal fechado SporTV. O duelo contra a Inglaterra será às 8h45. Já a partida diante a Polônia, no dia 8, começa às 15h15.

Rafael Moura

Jornalista formado em Brasília desde 2007, Rafael Moura milita no jornalismo esportivo. Passou pelas principais redações da capital federal, foi assessor de imprensa do Ministério do Esporte, do Comitê Paraolímpico Brasileiro. Hoje atua na Câmara dos Deputados e colabora com o site esportivo que mais cresce no Distrito Federal

Rafael Moura tem 30 posts e contando. Ver todos os posts de Rafael Moura

Rafael Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *