Café da manhã no Bezerrão com Lúcio e Anaílson marca contagem regressiva para o Mundial Sub-17

Na manhã desta quarta-feira (25), a Fifa, o Comitê Organizador Local (COL), a Secretaria de Esporte e Lazer do Distrito Federal (SELDF) e a Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF) organizaram, no estádio Bezerrão, um café da manhã em celebração a um marco: faltam apenas 30 dias para a Copa do Mundo Sub-17, que será realizada no Distrito Federal, em Goiânia e em Cariacica-ES, no mês de outubro.

Para falar com a imprensa durante o café da manhã, foram convidados o zagueiro pentacampeão Lúcio, que atualmente defende o Brasiliense, e o atacante Anaílson, vice campeão do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores da América pelo São Caetano e campeão da Mundial Sub-17 de 1997 pela Seleção Brasileira, primeiro dos três títulos do Brasil na competição.

Além dos jogadores, o secretário de Estado de Esporte e Lazer do Distrito Federal, Leandro Cruz, o Diretor de Operações do Comitê Organizador Local, Ricardo Trade, o Gerente Geral de Competição do Comitê Organizador Local, Thiago Jannuzzi e o diretor técnico da FFDF, Márcio Coutinho, estiveram presentes no Bezerrão.

Bezerrão passa por mudanças

A casa da Sociedade Esportiva do Gama e palco do Mundial está em reformas. Iniciada no último dia 23, a primeira grande alteração no estádio Bezerrão está sendo no gramado. A grama híbrida sisgrass, que possui 95% de grama natural e 5% de grama sintética, será o grande tapete das partidas. O material possui maior durabilidade, assegurando maior tempo de jogo durante a competição.

Além da grama, a iluminação e toda a parte elétrica do estádio estão passando por reformas. O local contará também com uma tribuna de imprensa na arquibancada coberta, tal qual no Mané Garrincha. A tribuna é uma exigência feita pela Fifa em todo e qualquer estádio que sedie suas competições. O alambrado do estádio também está passando por reformas e se adequará ao padrão da entidade máxima do futebol.

O zagueiro Lúcio conversou com a imprensa durante o café da manhã. Para o beque, o Mundial é importante não só para a cidade do Gama, mas para todo o Distrito Federal: “Acho que a cidade se engloba em Brasília e tem tudo para fazer uma excelente apresentação, dar um conforto maior para as equipes, torcida, famílias e jogadores que virão disputar a Copa do Mundo. E claro, o Bezerrão sempre foi uma referência em Brasília”, comentou o pentacampeão.

Já Anaílson, atleta campeão com a camisa da seleção brasileira no mundial de 1997, frisa a importância de uma competição de tamanho peso na carreira e no currículo dos atletas: “O primeiro título, que teve um trabalho de dois anos da CBF, marcou muito a minha carreira. Graças a ele, eu tive o meu primeiro contrato profissional e fui exposto à vitrine nacional e internacional do futebol. Por onde eu passei, a conquista virou minha marca”, conta o centroavante. Ele ainda deu dicas ao jogadores que defenderão a seleção brasileira na competição: “Eles (os jogadores) precisam se unir, se dedicar, e os frutos virão. Eles podem ter a certeza que o estádio estará cheio, apoio não vai faltar”, ponderou.

O mundial

A competição terá início no dia 26 de outubro se estenderá até o dia 17 de novembro, data em que será realizada a grande decisão no estádio Bezerrão. 24 seleções foram divididas em seis grupos com quatro equipes cada. Os dois melhores de cada grupo, mais os quatro melhores terceiros colocados, avançam às oitavas de final, onde se enfrentarão no formato mata-mata.

Por ser o país sede da competição, o Brasil se encontra no Grupo A, ao lado de Angola, Canadá e Nova Zelândia.

DF Sports+

Mais Esporte, Mais Informação

DF Sports+ tem 291 posts e contando. Ver todos os posts de DF Sports+

DF Sports+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *