Taguatinga faz mistério para a estreia do Candanguinho

O time do Taguatinga estreia neste final de semana com um time totalmente reformulado e com pouco tempo de trabalho. Para tentar driblar as dificuldades, o técnico Junior Araujo escondeu a preparação da equipe e fez mistério quanto aos jogadores presentes no elenco.

Ausente das últimas competições de juniores de Brasília, o Taguatinga volta em 2019 com poucos recursos para trazer jogadores de fora. Sem uma base montada, o time teve que montar o elenco do zero em menos de 30 dias, com as duas primeiras semanas separadas para fazer uma avaliação melhor dos atletas, e as últimas focadas na preparação para a estreia.

O comandante, que chegou há menos de um mês na equipe, preferiu não divulgar o nome dos atletas que vão integrar o elenco da Águia. Segundo ele, quanto menos os adversários souberem, mais chances de sucesso na competição. O que conseguimos “descobrir” é que o plantel é composto por 20 atletas inscritos no BID até o momento.

O TEC concentrou os trabalhos no CT do Jaguar, onde eles também irão mandar os os jogos. Os treinos acontecem de segunda a sexta apenas no período da manhã.

Junior ainda afirmou que não tem medo dos adversários, mesmo com alguns times tendo atletas profissionais. Ele vê uma desigualdade grande entre esses times e os de menor expressão pelo fato deles conseguirem investir muito mais em jogadores promissores. “Os adversários estão investindo um absurdo, alguns com investimento de time profissional e ainda ficam assediando os jogadores das equipes  de menor investimento, enfraquecendo mais ainda os adversários. Mas não vou ficar preocupado com ninguém”, disse.

Para combater esse favoritismo, o técnico prefere focar na equipe da qual é treinador, esquecendo um pouco os adversários. Ele afirma que hoje as equipes se preocupam mais com as outras do que com elas mesmas, e isso pode acabar prejudicando o próprio time. “No Taguatinga, só nos preocupamos conosco, em evoluir a cada dia, na evolução dos jogadores e tática da equipe, em tirar o máximo do time. O resto é consequência”, contou. “Não haverá nesse campeonato nenhuma equipe que não possa ser parada com uma marcação bem encaixada. Não precisa nem ser uma marcação excelente, apenas bem encaixada”, explicou, confiante.

COMISSÃO TÉCNICA:

Técnico: Junior Araujo

Coordenador técnico: Gessimar Marques (Flu)

Preparador de goleiros: Marcus França

Roupeiro: Leo

Massagista: Ceará

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 3027 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *