Paracatu empata com o Luziânia e garante a vaga nas semifinais

Com a vantagem de 2 x 1 conquistada no jogo de ida, o Paracatu visitou o Luziânia na tarde deste sábado, 30, com o objetivo de segurar os donos da casa e sair com a classificação. E foi exatamente o que aconteceu. Mesmo o time da casa jogando melhor, o Águia do Noroeste abriu o placar com Rychely no primeiro tempo e contou com a grande atuação do goleiro Gabriel para se classificar. O Luziânia descontou com Allanzinho no segundo tempo, mas o placar não foi o suficiente para evitar a eliminação nas quartas do Candangão.

Luziânia pressionou, mas o Paracatu foi cirúrgico

Precisando reverter o resultado do jogo de ida, o Luziânia foi melhor durante todo o primeiro tempo. O time azulino impôs uma pressão logo no início do jogo. William foi o primeiro a chegar ao gol do Paracatu logo aos dois minutos, em uma cabeçada fraca que parou nas mãos do goleiro Gabriel.

Logo depois foi a vez de Rodrigo Barros arriscar um chute pra fora, aos 5’. Felipe Tanque aos 15’, também tentou, mas chutou travado com a defesa e a bola sobrou fácil pro arqueiro do Águia.

O Paracatu mesmo pressionado se mostrava seguro no campo de defesa, e na primeira chance no ataque, foi cirúrgico. Após Rodrigo Raposo marcar falta de Dedé em cima de Leandro Aguiar, Danilo Itaporanga, o homem da bola parada do Águia, foi para a cobrança. A bola ficou na barreira e Rychely aproveitou a sobra para abrir o placar aos 19’.

O Luziânia sentiu o gol e diminui o ritmo. Ainda assim, o time da casa protagonizou os últimos lances de perigo no segundo tempo. Felipe Tanque, que se mostrou o jogador mais perigoso do azulino no jogo, cabeceou depois de um cruzamento de Dedê, a bola bateu na zaga, e um bate rebate quase colocou a bola no fundo do gol, mas Rychely tirou em cima da linha, aos 32’. William, em cobrança de falta, ainda obrigou Gabriel a fazer uma bela defesa aos 40’.

Com o regulamento “debaixo do braço”, o Paracatu não se expos muito no segundo tempo e o Luziânia mesmo precisando reverter o resultado, também não se arriscou ao ataque nos primeiro minutos. Somente aos 11 minutos a torcida assistiu um lance que perigo. Lance esse que resultou em gol. Dedê fez bela jogada e cruzou para Allanzinho empatar a partida.

O time da casa seguiu buscando a virada, e viu o goleiro Gabriel se tornar o grande nome da partida. Felipe Tanque arriscou um belo chute aos 33’, mas a bola foi pra fora. Aos 38’ veio o lance de consagração do goleiro da equipe mineira. Lucas Garcia fez uma linda jogada e cruzou pra área, no cabeceio Gabriel operou um verdadeiro milagre no gramado do Serra do Lago.

O Luziânia sentiu, e o Águia encerrou a partida com mais chances de ampliar o placar do que tomar a virada. O volante Acerola se arriscou no ataque e chutou pra fora aos 41’. E aos 46’, novamente em uma cobrança de falta de Danilo Itaporanga, Davi aproveitou a sobra e quase marcou de letra, encerrando as emoções do jogo. Placar final 1 x 1 e o Luziânia dá adeus ao Candangão.

Com a vitória o Paracatu está classificado para as semifinais, e aguarda o vencedor do duelo entre Brasiliense X Capital, que jogam amanhã às 15h30 no Abadião.

FICHA TÉCNICA
LUZIÂNIA 1 x 1 PARACATU
Campeonato Candango 2019 – Quartas de Final (Jogo de Volta)
Estádio Serra do Lago, Luziânia – GO – 30/03/2019, 15:30h

Público: 2.361
Renda: R$ 5.430,00

Árbitro: Rodrigo Raposo

A1: Marconi Souza

A2: Westhane Cassiano

4º árbitro: Felipe Barbosa

Analista de Campo: Cleiton Pereira

LUZIÂNIA
Dida; Dedê, Dedé, Perivaldo, Rodrigo Barros (Allanzinho) e Rafinha; Renatinho (Weberthy), Garcia e Marllon; William e Felipe Tanque.

Técnico: Luis Carlos Sousa.

Gols: Allanzinho (11’ 2º T)
Cartões amarelos: William, Felipe Tanque e Dedé.
Cartão vermelho: Não houve.

PARACATU
Gabriel; Henrique, Breno, Hícaro e Danilo Itaporanga; Acerola, David Manteiga, Rychely (Douglas Rato) e Diogo Nogueira (Batata); Davi e Leandro Aguiar (Cecel).
Técnico: Buião.
Gol: Rychely (19’ – 1º T)
Cartões amarelos: Danilo Itaporanga e Douglas Rato.
Cartão vermelho: Não houve.

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2924 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *