Muitos cartões, nada de gols: Taguatinga e Luziânia empatam no Serejão

Após a folga de carnaval, o Candangão voltou nesta quinta-feira (7). Abrindo a 7ª rodada no
estádio Serejão, Taguatinga e Luziânia fizeram um jogo pegado, com 11 cartões amarelos
ao todo, mas, gol, que é bom, nada.

O Luziânia começou dominando o jogo, demonstrando entrosamento e variações táticas
para confundir o adversário, como o revezamento de Castro Jr, Rafinha e Willian pelo lado esquerdo. Aos 15 minutos, Marllon cobrou escanteio e Felipe se antecipou para cabecear
no cantinho, mas o goleiro Diogo defendeu plasticamente com os pés. Na sobra, Lucas
também parou no camisa 1 do TEC.

Um minuto depois, Castro Jr roubou bola da zaga do Taguatinga, disparou sozinho e bateu
firme ao adentrar a área. Mais uma vez, Diogo salvou o que seria o primeiro gol no Serejão.
Os ataques do Luziânia diminuíram após a metade do primeiro tempo.

Um lance a se destacar foi o gol perdido de Rafinha, aos 35 minutos. Após bola cruzada, Felipe subiu mas não conseguiu cabecear. Rafinha pegou a sobra e, cara a cara com o goleiro, mandou para longe do gol. A partir daí, os ânimos se exaltaram e o árbitro Anderson Bassoto teve que distribuir dois amarelos para cada lado por reclamação.


No segundo tempo, poucas chances reais de gol. Aos seis minutos, Rafinha cruzou na cabeça do centroavante Felipe, que testou firme para o fundo da rede, mas empurrou o zagueiro ao subir na bola. Gol anulado pela arbitragem.

A partir daí, a partida seguiu truncada e com nível técnico baixo. Nervosos em campo, os
atletas reclamavam a cada apito do árbitro, que seguiu sem economizar nos cartões. Fim de
jogo: Taguatinga 0x0 Luziânia.

O goleiro Diogo valoriza o empate conquistado. “Somar é sempre importante. O jogo foi bem parelho, os dois times tiveram oportunidades. Agora, a gente se distancia da zona de
rebaixamento e segue almejando a vaga na próxima fase”, comentou.

Dan, atacante do Luziânia, também não vê o empate como resultado ruim. “Não podemos
subestimar o adversário nunca. Hoje, com mais respeito ainda, já que nós conhecemos todo
o time do Taguatinga, e também o professor Ricardo Antônio. Infelizmente não veio o
resultado positivo, mas, pelo menos, não perdemos pontos”, afirmou.

Com o empate, o Taguatinga vai à nona colocação e ultrapassa o Formosa, apesar de ter os mesmos seis pontos. Na próxima rodada, a equipe duela com o Real FC no Mané Garrincha, às 15h30 da próxima terça-feira (12). Já o Luziânia, que chega a 14 pontos e segue na terceira posição, enfrenta o vice-líder Brasiliense na próxima quarta-feira (13), às 19h30, no estádio Serra do Lago.

TAGUATINGA 0 x 0 LUZIÂNIA
Campeonato candango 2019 – 1ª fase (7ª rodada)
Estádio Serejão, Taguatinga-DF – 07/03/2019, 15h30

Público: 92 pessoas
Renda: R$ 1.120,00
Árbitro: Anderson Bassoto
A1: Marconi Souza
A2: Jonas Oliveira
Quarto árbitro: Christofer Souza
Analista em Campo: Jamir Garcez


TAGUATINGA
Diogo; Amaral, Índio, Felipe Lira (Sandro), Renato (Bruno Oliveira); Alex Piauí (Kelvin),
Thompson, Rodrigo Menezes, Jhonatan; Marquinhos Paracatu, Jô Baiano
Técnico: Ricardo Antônio.
Gol: não houve.
Cartão amarelo: Marlon, Jô Baiano, Felipe Lira, Sandro, Amaral
Cartão vermelho: não houve.


LUZIÂNIA
Dida; Dedê, Dedé, Perivaldo, Rafinha; Castro Jr (Titico), Lucas, Marllon (Heverton); Dan,
Willian, Felipe.
Técnico: Luis Carlos Sousa.
Gol: não houve.
Cartão amarelo: Dan, Dedê, Marllon, Dedé, Perivaldo, Lucas
Cartão vermelho: não houve.


Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2649 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *