Felipe Garcia, destaque da OL do Tubarões, acerta com o Galo FA

Jogador referência na linha ofensiva do Tubarões do Cerrado, Felipe Garcia, de 27 anos, anunciou que jogará no Galo FA na temporada de 2019. O jogador deixa o TdC após três anos no time da capital. O contrato será de um ano. O atleta recebeu outras três propostas, duas de outros times do Brasil e uma da Polônia.

Felipe, também conhecido como “Vovô Garoto”, chegou ao TdC em 2016. Foi campeão candango no ano de estreia e da conferência Centro-oeste da BFA em 2018 usando a camisa azul. Agora de preto e branco ele quer alçar voos mais altos, como a seleção brasileira e o título nacional de 2019.

“Quero ser campeão Brasileiro. Mas meu maior objetivo é a seleção. Com o adiamento do mundial vai ter muito espaço para novos jogadores mostrarem competência. Quero alcançar esse sonho, que imagino ser de todos que jogam futebol americano”, afirmou Felipe.

O TdC tem um projeto elogiado e reconhecido nacionalmente. No entanto, mesmo com a titularidade em um dos quatro semifinalistas do Brasil Felipe apontou os motivos que o fizeram mudar de Brasília para Belo Horizonte.

“Foi um conjunto de fatores. O diferencial do Galo é a estrutura. É o mais próximo do profissionalismo que temos hoje no Brasil. Agora serei um atleta profissional e vou poder viver um ano do esporte, coisa que em Brasília está difícil e dificilmente vai acontecer no próximo ano”.

“Respeita o processo”

Conhecido pela frase “respeita o processo” nas redes sociais, Felipe construiu a própria história dentro do TdC passo a passo. Iniciou nas categorias de base do time candango e soube conquistar o posto de titular na equipe principal.

“Fico muito orgulhoso de vir da base do TdC e chegar onde eu cheguei dentro do time. Me sinto honrado de fazer parte da última temporada, que foi histórica. Sei o quanto a gente batalhou em 2016 e 2017 para chegar até em 2018. Me sinto feliz, horado e satisfeito. Dei tudo de mim dentro deste time”.

Além disso foi no Tubarões que Felipe aprendeu a importância do trabalho coletivo dentro do futebol americano, uma vez que o “Vovô” praticava esportes individuais, como o Karatê e o Jiu-Jitsu.

“No TdC foram os melhores anos da minha vida esportiva. Vim de esportes individuais e aprender o espírito de jogos coletivos, enfrentar viagens, lesões, lidar com adversidade e saber que o cara do seu lado rala e dá o sangue por você foi impressionante”.

Sem Felipe, mas com novas caras no elenco, o Tubarões do Cerrado volta a campo de forma oficial apenas no dia 18 de maio, na semifinal do campeonato candango. Amistosos de pré-temporada ainda não foram confirmados. 

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2843 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *