Universo/Caixa/Brasília perde novamente e situação complica no NBB

O Universo/Caixa/Brasília recebeu em sua casa, o Ginásio da AsCEB, o Mogi das Cruzes-SP pelo NBB nessa terça-feira (15). A bola subiu às 19h para um jogo chave da equipe brasiliense na competição nacional. A equipe brasiliense lutou até o fim, mas os erro de ataque no final da partida colaboraram para que o Mogi levasse a vitória para casa. O resultado final ficou em 80 x 76 para os visitantes.

Quartos iniciais equilibrados

Quem tomou a iniciativa na partida foram os paulistas. A equipe tratou de envolver os brasilienses em jogadas rápidas e efetivas. Ainda nos 3 primeiros minutos a equipe já havia aberto 10 pontos de vantagem no placar, algo que perduraria até o fim do 1º quarto. O Brasília começou mal e errando tanto no ataque quanto na defesa. Enquanto a equipe desperdiçava bolas fáceis, via também o ímpeto do Mogi em formar grandes contra-ataques, o que colaborou para aumentar a vantagem do Mogi. 

Mas o Brasília foi valente e cresceu no 2º quarto. Comandados por Zach Graham e Arthur, a equipe recuperou boa parte da desvantagem do placar. O Universo chegou a liderar a partida faltando 3 minutos para o intervalo, quando o escore registrava 33 x 32. Mas o Mogi das Cruzes não se deu por vencido e Deodato e Gruber comandaram o restabelecimento do clube na ponta do placar. Restou a torcida candanga ver as equipes descerem aos vestiários com o placar estando em 43 x 40 para os paulistas.

Brasília cresce e Mogi responde: o jogo esquenta

Se o equilíbrio no placar dos dois primeiros quartos da partida já configurassem por si só uma boa disputa dentro de quadra, o 3º quarto iniciou mais pegado e inflamou a quadra da AsCEB. 

Ao passo que o Mogi voltou quente para cima do Universo, os brasilienses responderam a altura. Enquanto os paulistas impunham precisão nos arremates, o Brasília impunha velocidade nos contra-ataques. Faltando exatos três minutos para o fim do 3º quarto, o Brasília havia conseguido virar o placar novamente, registrando 56 x 55 para delírio da torcida. 

No final, após muito martelar contra os paulistas, Arthur e Zach comandaram a vitória brasiliense no 3º quarto. Os ataques funcionaram e a defensa correspondeu às expectativas. Assim, o período fechou em 63 x 55 para o Universo.

Último quarto de fortes emoções: Mogi garante a vitória  

Menos de dois minutos após o início do último quarto, o Mogi já havia virado para cima do Brasília. Mas a disputa permaneceu no mesmo ritmo intenso e a liderança passava de mãos em mãos. O Universo era comandado por Arthur e Zach Graham, o Mogi por Gruber, Shamell e Batista. 

A partida virou um verdadeiro “toma lá dá cá” nos minutos finais de modo que os treinadores abusaram dos tempos técnicos: ninguém queria colocar pontos a perder.

Mas a reta final da partida reservou surpresas negativas para o Brasília. Zach, cestinha do jogo, errou em seguida três cestas de 3 pontos, que culminaram em ataques do Mogi. Os paulistas aproveitaram para virar o placar e conduzir o resultado. Com menos de 3 segundos para o fim, os visitantes garantiram 2 pontos a frente do Brasília e uma jogada de dois lances livres diretos que Shamell converteu. 

O resultado final ficou em 80 x 76 para o Mogi das Cruzes. O cestinha da partida foi Arthur, que marcou 24 pontos e se estabeleceu como destaque do Brasília. O Universo/Caixa/Brasília volta a quadra no dia 22/01, contra o Bauru Basketball, fora de casa às 19h.

P

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2999 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *