Projeto Maravilha Social: 1000 gols de inclusão e trabalho com jovens e crianças do DF

O Instituto Mover da Vida mantém um projeto social voltado para o esporte – especificamente para o futebol – do qual executa um trabalho de importância incalculável para crianças de Taguatinga e Ceilândia. O projeto leva a alcunha de um grande jogador da história do futebol brasileiro. Chamado de Maravilha Social: 1000 gols de inclusão o projeto social tem a tutela de Túlio Maravilha, ídolo de Goiás e Botafogo e dá a oportunidade para crianças de praticarem gratuitamente o futebol.

Totalmente gratuito, o Maravilha Social é uma oportunidade a mais para jovens e adolescentes de regiões mais pobres do Distrito Federal. Com a escassez de projetos voltados para a comunidade e a população do DF oferecidos pelo governo, a iniciativa é uma das poucas que tem o esporte como o epicentro de seu funcionamento.

O projeto atende mais de 300 crianças que são divididas em 3 núcleos: M Norte (Taguatinga), Sol Nascente e EQNN 23/25 (Ceilândia), onde cada núcleo conta com os serviços de um professor de educação física e um agente social. Cada atleta que ingressa no projeto recebe uma chuteira, um par de meiões, um calção, uma camisa, uma bolsa, uma garrafinha d’água e um boné, além de cada núcleo possuir o material necessário para a prática do esporte. Os recursos necessários são provenientes da emenda parlamentar Bispo Renato, que mantém o projeto em atividade.

Mas o projeto não carrega o pesado nome de Túlio Maravilha por acaso. O craque mantém o projeto em outros estados e, sabendo disso, o presidente do Instituto Mover da Vida Moacir Júnior resolveu trazer seu funcionamento para o Distrito Federal. E no último dia 11/12, o craque visitou as dependências dos três núcleos para bater um papo com a garotada das escolinhas. Túlio deu dicas, contou sua história de vida e respondeu perguntas dos jovens atletas. Para ele, projetos sociais como o Maravilha Social são importantes para crianças e adolescentes de regiões pobres do Brasil: “O governo deveria investir mais em projetos sociais. A iniciativa do Maravilha Social é muito importante. Essa garotada poderia estar nas ruas, com a vida indo de mal a pior. Mas esses daqui não. Eles estudam na escola normal e aqui têm um complemento com o esporte, mas que ajuda eles em toda a vida. Muitos, é verdade, não se tornarão jogadores profissionais. Mas daqui sairão médicos mais competentes, advogados, engenheiros, ou qualquer outra profissão, e terão ensinamentos para carregarem por onde forem” pondera.

 

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 3033 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

2 comentários em “Projeto Maravilha Social: 1000 gols de inclusão e trabalho com jovens e crianças do DF

  • Avatar
    19 de dezembro de 2018 em 06:54
    Permalink

    Muito boa iniciativa, Bispo Renato está de parabéns, Túlio Maravilha também, com seu exemplo de vida bem como o Timóteo com seu trabalho incessante na busca e realização desse projeto, e todos os demais envolvidos!
    Só fiquei com uma dúvida; o projeto oferece aos meninos participantes, alimentação também?

    Resposta
  • Avatar
    20 de dezembro de 2018 em 07:51
    Permalink

    Muito bom. Parabéns a todos os envolvidos!! Projetos assim tinham que estar em todo o DF

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *