Novo mandatário do Capital, Godofredo Gonçalves quer inovar o Futebol do DF

Tem sangue novo no futebol de Brasília. Com apenas 33 anos de idade, Godofredo Gonçalves se tornou o mais jovem presidente de um clube do Distrito Federal, ao assumir o Capital CF no lugar de Ademilton Pavão.

O interesse pelo futebol começou bem cedo em Goiânia-GO. Jogou como meia direita nas categorias de base do Goiás-GO até o Juvenil, mas seguiu os estudos até passar no vestibular de Administração de Empresas na UnB. Continuou na carreira acadêmica fazendo Mestrado em Matemática, o que lhe rendeu o convite para ser professor de Finanças Empresariais. Hoje, Godofredo é empresário bem sucedido, dono do principal patrocinador do Capital (Água Mineral Orgânica), e outras empresas no ramo de educação e gastronomia.

Torcedor do São Paulo-SP, o mais novo “cartola” do DF disse que trabalha há alguns anos para assumir um clube de futebol de Brasília. Chegou a tentar criar um, mas as dificuldades impostas pela Federação de Futebol do DF o fizeram desistir: “Tentei criar um novo clube em 2013, mas a Federação disse que só iria abrir novos clubes a partir de 2016. Tentei em 2016, adiaram para 2020 e com um valor muito alto” disse. Desde então passou a monitorar um clube que pudesse assumir e que se identificasse com a cidade de Brasília. Veio então o Capital, que chamou a sua atenção ao conquistar a Segunda Divisão de Brasília e então fez uma investida. Ademilton Pavão disse que estava cansado e que toparia passar a presidência do time para Godofredo. Assim foi feito, mas Pavão não se afastou completamente, passando a exercer o cargo de Diretor de Futebol.

Idéias Diferentes

Agora à frente da Coruja, Godofredo quer colocar em prática o que aprendeu em sua experiência profissional e acadêmica. O plano é de realizar uma gestão eficiente, gastando melhor e tendo mais resultados: “Identifiquei que o futebol de Brasília é um pouco largado. Quero fazer do Capital o segundo time de todos os brasilienses. Gama e Brasiliense são os melhores clubes atualmente, mas estão fora da Capital. Quero despontar como representante nacional de Brasília, disputando campeonatos nacionais” afirmou.

A gestão diferenciada começa na forma de gerir o futebol. Todas as contratações passam pelo crivo de Godofredo, Ademilton e do Treinador Hugo Almeida. O time basicamente será formado por jovens motivados e uma mescla com alguns mais experientes. O Capital ainda não terá Centro de Treinamento próprio, mas pretende fazer uma parceria com um clube do Setor de Clubes Sul para acolher os atletas nos treinamentos. Em contrapartida, irá oferecer todas as condições de trabalho para jogadores e comissão técnica, como alimentação, suplementação e orientação profissional. E o mando de campo do clube será preferencialmente no Mané Garrincha, o principal estádio da cidade- a segunda opção é o Bezerrão.

Longevidade

Concorrendo com o objetivo dentro de campo, o aumento no número de torcedores é outro item fundamental para dar longevidade ao projeto. E os primeiros passos já foram correspondidos: “Desde que assumimos, o número de seguidores no Instagram aumentou 40%. Vamos envolver empresários locais e pessoas. Criaremos um programa de sócio-torcedor para agregar e criar um vínculo com o clube. Ofereceremos vantagens como descontos na compra de produtos oficiais” disse.

A médio prazo, o objetivo é se espelhar nos clubes que obtiveram sucesso recente como o Operário-PR e Atlético-GO. E a longo prazo, implementar o projeto das categorias de base, passando pelas escolinhas de futebol até os Juniores a fim de formar jogadores.

Godofredo lamenta as atuais condições dos estádios do Distrito Federal, mas acredita que a nova gestão do governador eleito Ibaneis Rocha irá dar mais atenção para os espaços públicos: “A situação dos estádios está lamentável, mas acredito que o Ibaneis (Rocha) irá ajudar. Vamos apoiar e depois cobrar” sentenciou.

O Capital CF se apresenta para o início da pré-temporada no dia 27 de novembro em local ainda a ser divulgado. O clube estreia no dia 26 de Janeiro diante do atual campeão Sobradinho no estádio Augustinho Lima.

 

Por Marcelo Gonçalo

 

 

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2924 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Um comentário em “Novo mandatário do Capital, Godofredo Gonçalves quer inovar o Futebol do DF

  • Avatar
    27 de novembro de 2018 em 09:46
    Permalink

    O pilantra agora vai lavar dinheiro no futebol? Esse cara é o maior bandido que eu já tive oportunidade de conhecer.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *