Brasília luta, mas não suporta a pressão e perde para o Vasco na estreia do NBB

Após longos 365 dias longe das quadras, Brasília novamente tem um representante na NBB. O Universo/Caixa/Brasília retorna à Capital Federal como a principal agremiação basquetebolista da cidade. E na tarde deste sábado (13), a equipe recebeu o Vasco da Gama/RJ no imponente Ginásio Nilson Nelson, vizinho do Estádio Mané Garrincha, para fazer a sua estreia na temporada 2018/2019 do Novo Basquete Brasil.

Depois de um jogo duríssimo, com duas equipes que pouco erraram e muito pressionaram o adversário, o Brasília não segurou a pressão final do Vasco no 4º quarto e perdeu por 77 x 76.

Jogo equilibrado
O Universo começou embalado. Logo nos primeiros minutos de jogo, o time da Capital impôs um bom volume e pressionou os cruzmaltinos abrindo uma boa diferença de pontos. Zack Graham destacou-se com os arremessos de longa distância e conseguiu marcar seguidas cestas de três pontos.

Contudo os vascaínos não se deram por vencido. Gemerson e o experiente Duda comandaram a reação carioca e diminuíram a vantagem imposta pelo Brasília ainda no primeiro quarto, o que resultou em um equilibrado 12 x 12 até os 3 minutos finais. A partir
desse momento, o Vasco se reencontrou em quadra e chegou à virada. A equipe conseguiu impor-se e fechou o primeiro quarto em 21 x 14.

O Brasília precisou diminuir o prejuízo no segundo quarto. A equipe melhorou muito seu desempenho em relação aos 10 minutos iniciais, alterando consideravelmente sua postura em relação às marcação e recomposição defensiva. O resultado não poderia ser melhor: os contra ataques vascaínos foram muito bem anulados e o Universo pôde se aproveitar das jogadas em velocidade. Rafa Moreira e Ricky Sanchez comandaram a vitória brasiliense no segundo quarto por 25 x 16, fechando o placar geral em 39 x 37.

Brasília peca nos detalhes
O Universo continuou em cima no princípio do terceiro quarto. Graterol comandou os ataques brasilienses e marcou importantes pontos nos 5 minutos iniciais da etapa. Entretanto, o Vasco engrossou o caldo. A equipe conseguiu virar o escore faltando pouco mais de 3 minutos para o fim o que obrigou o Brasília a ir pra cima novamente. Isso resultou em uma grande partida em quadra, para o deleite dos torcedores presentes. Nick e Graterol comandaram o show à parte de Vasco e Brasília respectivamente, mas o vascaíno sobressaiu no fim da etapa marcando uma cesta de três pontos nos últimos segundos, fechando em 61 x 58 para o Vasco.

As emoções não pararam por aí e quem soube aproveitar melhor foram os cariocas. Lucão, Nick e Duda impuseram uma ótima velocidade pra cima do Brasília e conseguiram ampliar a vantagem vascaína. Nos minutos finais, Graterol e Ricky Sanchez viraram para o Brasília e uma vantagem mínima de um ponto e o Vasco foi para o tempo técnico solicitado faltando apenas 30 segundos para o final. Foi o suficiente. Gemerson conduziu a virada vascaína com boas
enterradas e o ataque final do Brasília, nos últimos 5 segundos não surtiu efeito e a partida fechou-se em 77 x 76 para o Vasco.

Nick foi o cestinha da partida, com 29 pontos marcados e logo atrás dele, Zack Graham marcou 25 e foi o melhor marcador do Brasília.

O próximo compromisso do Universo/Caixa/Brasília no NBB será diante do Flamengo/RJ, na segunda-feira (15), às 20h no mesmo Ginásio Nilson Nelson. O Vasco encara o Joinville/SC na sexta-feira (19) no Rio de Janeiro.

 

Por Gabriel Felipe

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2807 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *