Jobson: “Minha cabeça está tranquila para ajudar o Brasiliense”

A espera acabou. Conforme anunciado ontem em primeira mão pelo DF Sports, o atacante Jobson foi apresentado oficialmente pelo Brasiliense Futebol Clube na tarde desta terça-feira (10), no Centro de Treinamento do clube. E, apesar de estar afastado dos gramados desde 2015, o jogador teve uma apresentação digna de astro, que contou com transmissão ao vivo no canal oficial da agremiação, a presença dos principais veículos de comunicação do Distrito Federal e o direito a escolher o número da camisa que usará no próximo ano.

Quando atuou pela última vez, em 2015, o atacante de 30 anos de idade, usou a histórica camisa 7 do Botafogo-RJ e, por esse motivo, resolveu repetir o número em seu retorno ao Brasiliense. “Minha última passagem e meus últimos gols foram com o número 7, por isso jogarei com essa camisa aqui no Brasiliense. É um número que dá sorte”, disse o jogador.

Perguntado sobre o que espera da torcida em seu retorno, Jobson foi direto. “Espero coisas boas. Saí daqui campeão, vendido para o Botafogo-RJ e jogando bem. Por isso, espero que a torcida me apoie bastante para que eu possa ajudar o clube. Minha cabeça está tranquila com essa nova oportunidade. Aqui quero recomeçar minha carreira”. Para que a torcida “jogue junto”, o atacante diz saber que vai precisar estar em forma e ter boas atuações. “Vou me cuidar bastante, treinar bastante, para ajudar o time a ser campeão e a conquistar o acesso. Estou fechado com o Arthur (preparador físico), trabalhando em dois períodos todos os dias, chegando aqui bem cedo”, prometeu.

Quem também falou foi a diretora do clube, Luiza Estevão. A jovem dirigente analisou a possibilidade de Jobson jogar ainda esse ano. “Nós queremos que ele entre em forma o mais rápido possível, pois teremos um calendário cheio ano que vem e vamos precisar. Se ele conseguir ficar bem fisicamente ainda esse ano, não vejo o porque de não procurar um empréstimo para que ele possa adquirir ritmo de jogo já em 2018”, revelou.

Jobson se apresentou com o contrato assinado sob a mesa. Foto: Haland Guilarde/DF Sports

O advogado do atleta, Josenildo Ferreira, garantiu que Jobson não terá maiores problemas para atuar pelo clube candango. “Está tudo certo. Jobson está liberado para jogar, mas claro, mediante algumas situações. Todo mês ele precisará comparecer ao fórum para justificar suas atividades e, em caso de alguma audiência, terá que ir ao Tocantins para acompanhar o processo. Mas fora isso, está tudo certo e ele pode jogar”, esclareceu.

O doutor foi ainda mais longe. “Ele gosta muito de Brasília e escolheu o Brasiliense para recomeçar. Tivemos outras oportunidades, mas ele quis jogar aqui. Ele sempre me falou que tem um carinho grande pelo clube. E digo mais, aposto com qualquer um aqui que o Brasiliense será campeão no ano que vem, dada a confiança que tenho no Jobson, tanto física, como psicologicamente. Assisti a dois jogos beneficentes que ele fez esse ano e ele ainda está muito bem”, apostou.

Jobson é um dos 12 jogadores que estão confirmados no Brasiliense para 2019. Caso não seja emprestado a nenhum clube, o atleta deverá atuar apenas em partidas amistosas na pré-temporada do Brasiliense, que deve se iniciar no mês de outubro.

Por Pedro Breganholi

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2924 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *