GEB mostra suas primeiras ações para o futuro no futebol do DF

Conforme antecipado há alguns meses atrás pela equipe do DF Sports, a antiga Sociedade Esportiva Brazlândia, passa a atender pela nova alcunha de Grêmio Esportivo Brazlândia. E para reafirmar a mudança de nome, a diretoria realizou, na noite desta quarta-feira (13), um evento, onde também foi mostrado aos presentes as novas camisas e parte da comissão técnica que irá comandar a equipe no 22º Campeonato de Futebol Profissional da 2ª Divisão, que se inicia em 11 de agosto.

Em uma reunião de pessoas ligadas ao clube e com identidade na cidade, em um estabelecimento comercial na própria Região Administrativa, o presidente Reginaldo Bacci abriu explanando que a agremiação terá um Centro de Treinamento referência, localizado no Incra 7, com 5,3 hectares, onde terão quatro campos oficiais, um de areia e um Society, mais uma estrutura com um miniestádio e vestiários. Além disso, haverá um Departamento Médico próprio.

As obras têm previsão para começar já neste ano de 2018. Porém, enquanto tal realidade não se concretiza, comissão técnica e jogadores irão realizar os treinamentos no Centro de Treinamento do Jaguar, alugado junto ao time do Taguatinga.

Em relação ao estilo de arrecadação utilizado na gestão, a intenção é buscar o intercâmbio com jovens atletas de 10 países, onde a diretoria já conta com seus olheiros. Jogadores viriam investindo um valor estipulado, o que faria o clube ser autossustentável. A venda de talentos descobertos e formados pelo GEB também será um dos modelos de receita.

Antes de terminar a sua fala, o presidente Reginaldo Bacci ponderou algumas palavras que surtiu um efeito de esperança aos presentes. “O futebol, para nós, não é apenas uma questão esportiva. Queremos fazer um trabalho realmente profissional e fazer negócios (venda de atletas). Isso nos fará fomentar a economia do clube e também da cidade, que é muito acolhedora. Quando estou aqui, não sinto vontade de ir embora”, revelou.

E a Segundinha?

O Campeonato da Segunda Divisão do DF começa no próximo dia 11 de agosto, mas o GEB já folga na primeira rodada. Portanto, a sua estreia oficial será realizada no fim de semana seguinte, provavelmente no dia 18, contra o CFZ Brasília. Com a reforma recém-encerrada do estádio Chapadinha, o clube não deve ter problema para mandar suas partidas no local.

Como o primeiro objetivo do Brazlândia é alcançar o acesso para a Primeira Divisão em 2019, os diretores já formaram parte da comissão técnica, que tem o preparador físico Bruno Lessa, o preparador de goleiros Ronaldo Aranha, além do treinador João Gomes, que também é um dos sócios do GEB. O restante dos profissionais como massoterapeuta, roupeiro… estão sendo analisados. Os novos uniformes foram apresentados no evento comandante.

O atual atleta Josafá e o ex-jogador, Mariozan, vestiram os mantos, anunciados pelo treinador. Foto: Haland Guilarde/ DF Sports

Em relação a jogadores, o treinador foi cauteloso ao liberar nomes, mas a reportagem do DF Sports apurou alguns. Dentre eles estão o goleiro Márcio Fernandes (ex-Luziânia), o volante Josafá (ex-Grêmio/RS e Santa Maria), o meia Paulinho (ex-Taguatinga), o lateral direito Pacheco (do estado de São Paulo), além de dois zagueiros (um campeão candango de 2018 pelo Sobradinho e outro oriundo do Gama). Apesar de ter uma espinha dorsal de atletas do DF, o treinador pretende fazer um tour pelo Sul do país para observar atletas daquela região, mais precisamente do Grêmio/RS, Internacional/RS, Brasil de Pelotas/RS e Rio Grande/RS.

“Não temos nada assinado, apenas conversado, mas vou fazer avaliações também a partir do dia 20 próximo e pretendo estar com o plantel fechado lá pelo dia 10 de julho. A nossa ideia e compromisso é fazer um time para Brazlândia, com objetivos de ir às séries do Brasileiro, Copa do Brasil, Copa Verde. Não queremos ir como “Patinho Feio” de ninguém. Mas vamos trabalhar essencialmente como formadores”, sintetizou João Gomes.

Para o treinador, que também explicitou que o clube irá trabalhar desde o sub-15 até o profissional, passando pelo feminino, o GEB vai pensar no social. “Em Brazlândia e no DF em geral temos muitos talentos. Vamos buscar esses jovens e trabalhar com a intenção de formar em qualidade e priorizar o social”, finalizou.

Por Haland Guilarde

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 3024 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *