Foto: Rickson Tupy/Reprodução Fefac

Gama Leões de Judá vence e está na final da Taça Cairo Santos

O Gama Leões de Judá venceu mais uma e carimbou a vaga na final da Taça Cairo Santos 2022. A vitória veio contra a equipe do Goiania Rednecks por 16 a 7, em jogo que foi disputado no CT do Gama. Com a vitória, a equipe garantiu a classificação para a final da competição, e aguarda o vencedor do entre Tubarões do Cerrado e Goiânia Rednecks.

Primeiro tempo

O Rednecks teve a primeira posse de bola, mas a defesa do Leões de Judá trabalhou bem e forçou o punt, que foi retornado até ótima posição de campo, na linha de 40 jardas do ataque. Mas já no primeiro passe, o quarterback Dimitri forçou uma big play para o wide receiver Stephens e acabou sendo interceptado.

O Rednecks insistiu nas corridas mas não conseguia passar da defesa e viu a situação se complicar ao tentar um fake punt e não ter sucesso, deixando o adversário dentro da sua redzone. Mas outra vez o ataque do Leões de Judá não conseguiu converter o turnover e sofreu um fumble, perdendo a chance novamente de abrir o placar.

O Rednecks não conseguia avançar em campo, até que em uma das jogadas mais bonitas do jogo, o quarterback Texugo conseguiu uma big play com o widereceiver B1 , que fez uma recepção espetacular de quase 40 jardas em uma terceira descida pra 20, mas a jogada não foi convertida em pontos.

A primeira pontuação veio em um fiel goal de 33 jardas convertido pelo kicker Vinicius Galo, do Leões de Judá, que vencia o primeiro tempo at´é os segundos finais, quando o quarterback Texugo correu na linha de uma jarda e marcou o touchdown, e o jogo ficou em 7 a 3 após o extrapoint convertido pelo kicker Paulo.

Segundo tempo

No terceiro quarto, o jogo seguiu apertado mas c,om pouquissimas faltas, acabou sendo o mais rápido do jogo. A primeira pontuação do período poderia ter vindo com o Rednecks em um field goal de 28 jardas, mas o Kicker Paulo acabou desperdiçando e o placar não se alterou. Os times seguiram buscando pontuar por´ém, sem sucesso, e o jogo foi pro seu último quarto ainda em 7 a 3.

No último quarto, a primeira boa chance de pontuar veio com o Rednecks, que chegou a linha de 33 jardas no ataque, mas em uma quarta pra uma não conseguiu avançar e acabou perdendo a chance de pontuar. Já na jogada seguinte o Gama Leões de Judá voltou a pontuar, aproveitando falhas seguidas da defesa do time goiano e boas corridas do quarterback Dimitri.

O segundo touchdown do jogo veio na conexão que já ficou bastante evidenciada no primeiro jogo: passe longo e preciso do QB Dimitri para o widereceiver Stephens, que recebeu livre e colocou o Gama Leões de Judá novamente na frente do placar, 10 a 7, após extrapoint convertido por Vinícius Galo.

O Gama Leões de Judá seguiu com um jogo corrido efetivo, e aproveitou pra não só avançar como também forçar o tempo a passar, e foi assim que conseguiu mais um touchdown no jogo. Uma corrida de 15 jardas realizada pelo running back Richard, que chegou pra equipe nessa temporada vindo do Vila Velha Tritões, que deu números finais ao jogo, 16 a 7.

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 466 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *