Foto: Divulgação

Com três times, Taça Cairo Santos já tem data para começar

O mês de junho marcará o início de mais uma Taça Cairo Santos, a sétima edição do torneio de Futebol Americano do Distrito Federal. A partir do dia 4, a competição que tem nome em homenagem ao jogador que atua como kicker na National Football League (NFL), começa a ser disputada.

Antes, o torneio que acontece desde 2014 era chamado de Campeonato Candango de Futebol Americano, e apenas deixou de ser realizado nos anos de 2017 e 2018. Quem organiza a competição desde 2019 é a Federação de Futebol Americano do Cerrado (FEFAC), que conta hoje com Felipe Takatsu na presidência.

Para essa edição, apenas três times vão disputar o título: Gama Leões de Judá, Tubarões do Cerrado e Goiânia Rednecks. O atual bicampeão da competição é também o detentor do maior número de títulos até aqui, o Gama Leões de Judá, que além de ter vencido em 2020 e 2021, venceu também em 2015 na segunda edição da competição, tendo ainda um vice-campeonato em 2019.

Já o segundo maior vencedor é um time conhecido por representar o Distrito Federal em competições nacionais, o Tubarões do Cerrado, equipe que tem dois títulos que vieram em 2016 e 2019. Além deles, o Brasília V8 também já conquistou uma taça, a primeira do torneio, em 2014. Já o Goiânia Rednecks é o time que mais possui vice-campeonatos, quatro ao todo: 2015, 2016, 2020 e 2021.

Calendário cheio

O Gama Leões de Judá terá nesse ano um desafio além da competição local, pois a Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA) anunciou no início do ano a criação de um novo torneio nacional, o Brasileirão de Futebol Americano, que terá os mesmos moldes do Brasileiro de Futebol Americano, o BFA.

Além do próprio Rednecks, a equipe terá pela frente o Moura Lacerda Dragons e o Rio Preto Waillers, da cidade de Ribeirão Preto-SP, e o Campo Grande Predadores e o Rondonopolis Hawks, ambos times do Mato Grosso.

Um dos principais nomes do Leões de Judá para a competição será o running back Rômulo Teodoro, que já está na equipe há pouco mais de seis anos. O atleta falou sobre a felicidade em defender a equipe, e que pretende vestir a mesma camisa até se aposentar. “Comecei a jogar aqui no Leões, e quero seguir aqui. Além de gostar muito de defender essa camisa, tenho em meus companheiros uma verdadeora família. Estamos nos preparando muito bem e nos mantivemos em atividade, seguindo os protocolos, durante a pandemia, e isso vai nos ajudar a vencer o campeonato”, afirmou.

Já o Tubarões do Cerrado voltou aos treinamentos apenas neste ano, após o carnaval. A equipe não participava da Taça Cairo Santos desde 2019, quando foi campeã. O time também terá uma competição nacional a disputar, a tradicional Brasil Futebol Americano (BFA), onde teve grandes atuações e chegou à semifinal da competição em 2019 após vencer a conferência Centro-Oeste, mas acabou derrotado pelo vencedor da Conferência Sul, o Timbó Rex/SC.

A equipe viveu momentos difíceis, tendo perdido atletas importantes por problemas de saúde, Ricardão e Hugo Jones. O time realizou diversos recrutamentos de jogadores buscando novos atletas, e conseguiu selecionar jogadores com potencial para compor a equipe, além de contar com a experiência do treinador Fabrício Ataíde, que está no time desde 2016, e também de alguns jogadores mais velhos de casa, como Pedro Sangaletti, Felipe Garcia e James Springfield Jr, que recentemente foram convocados pra Seleção Brasileira de Futebol Americano.

Outro jogador dentre os mais experientes é o Kicker Fialho, que chegou ao clube em 2012 e completa nesse ano 10 anos de Tubarões do Cerrado. Ele carrega até hoje o título de maior pontuador na história da equipe, com mais de 200 pontos feitos. “Estamos ansiosos pra poder voltar a competir depois dessa parada pela pandemia. Foi uma fase difícil, perdemos amigos bem próximos, vimos pessoas queridas internadas, mas vamos nos dedicar pra lutar pelo título, seguir o legado que nos deixaram e fazer o melhor possível dentro de campo”

Tabela da competição  

Todos os jogos serão realizados nos sábados do mês de junho, e a estreia oficial acontece no dia 4, quando o Tubarões do Cerrado enfrenta o Leões de Judá, no clássico mais tradicional da modalidade no Distrito Federal.

Na última oportunidade em que os dois se encontraram, justamente na final da Taça Cairo Santos de 2019, o Tubarões saiu vitorioso por 7×2 e levantou o troféu.

Já na semana seguinte acontece o clássico regional entre Leões de Judá e Goiania Rednecks, uma rivalidade que vem crescendo nos últimos anos. Fechando a primeira fase, Tubarões do Cerrado e Goiânia Rednecks voltam a se enfrentar após alguns anos sem acontecer o duelo. Os dois melhores times da primeira fase vão jogar a grande final no dia 25 de junho, e local e horário dos jogos ainda não estão definidos.

Novidades na competição

O presidente da FEFAC, Felipe Takatsu, falou sobre as expectativas para a competição e também sobre uma das principais novidades nessa temporada, o Troféu de MVP Rennan Salgado. Rennan foi diretor de arbitragem e também árbitro aqui no DF, além de ser um dos fundadores e ex-treinador do extinto Alligators, mas nos deixou em 2021, com apenas 32 anos.

“As expectativas para a competição são muito altas, principalmente falando da parte esportiva. Queriamos contar com todas as equipes federadas, mas sabemos que infelizmente isso ainda não é possível, devido a pandemia, mas teremos três grandes equipes disputando e engrandecendo o nosso campeonato. Fico feliz também em poder homenagear um amigo e uma das pessoas mais importantes pra modalidade aqui no DF, o Rennan, que infelizmente nos deixou no ano passado”, completou.

Ainda segundo Takatsu, a FEFAC tenta que os jogos sejam no Abadião, na Ceilândia. Ele informou à reportagem que já deu entrada no pedido de autorização para uso do local, e que em breve deverá acontecer uma definição.

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 462 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *