Com dois gols de Geovana Alves, Real Brasília conquista o tricampeonato candango

Pela oitava edição do Campeonato Brasiliense Feminino, o Real Brasília e o Minas Brasília se enfrentaram pela grande final da competição. A bola rolou na manhã deste sábado, no estádio do Defelê, com a presença de público. Além disso, a decisão do título também teve transmissão no canal do Youtube da Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF).

O Real Brasília tinha a vantagem do empate por ter feito a melhor campanha da primeira fase. A equipe começou vencendo, sofreu o empate e tratou ainda de desempatar a partida para decretar o terceiro título da equipe que disputou apenas trêsa competições, portanto não sabe o que é perder um Candangão.

Primeiro tempo

Após começo de jogo bastante estudado e com poucas chances criadas, o Real pulou na frente do placar com um belo chute da sua artilheiro Geovana Alves de fora da área, aos 9 minutos.

Mesmo jogando no estádio do Real e em desvantagem no placar, a torcida do Minas fazia muito barulho no estádio. Aos 15 minutos, teve falta perigosa na entrada da área, mas em jogada ensaiada diferente, Nenê tentou levantar a bola para arriscar o chute e a defesa das Leoas afastou.

Aos 27 minutos, Nenê fez uma boa jogada pela direita e cruzou com perigo, botando a goleira Flávia pra trabalhar e afastar o perigo.Três minutos depois, o Real chegou com perigo com Dani Silva que fintou e bateu colocado com perigo, mas a bola passou a direita do gol de Karen. Depois disso, o Minas até apresentava volume ofensivo, mas na hora de concluir as jogadas parava na forte marcação do Real.

Marcela Guedes escapou em velocidade em contra-ataque forte aos 41′, mas acabou chutando fraco em cima da goleira Karen. Logo depois, Karla Alves tentou arriscar de fora, mas acabou chutando sem direção.

Após bom cruzamento da direita, Marcela Guedes recebeu sozinha na segunda trave já nos acréscimos e acabou cabeceando para fora e desperdiçando mais uma grande chance de ampliar o placar.

Segundo tempo

Logo no início da etapa final, o Real Brasília perdeu a sua zagueira e capitã Isabela Melo que acabou deixando o campo com lesão. Aos 11 minutos, foi criada a primeira chance de perigo com Camila Pini em cobrança de falta de longe que quase surpreendeu Karen. A meia das Leoas já havia marcado três gols de falta na competição.

Aos 14 minutos, o Minas chegou muito perto de empatar o placar, Jéssica bateu falta, Flávia bateu roupa e Bruna Pelé pegou o rebote e chutou com muito perigo raspando a trave.

O jogo começou a ter muitas faltas duras e também troca de provocações entre as atletas das duas equipes e o tempo de bola rolando consequentemente diminuiu.

Aos 29’,Jéssica fez cobrança de falta fechada e a bola quase surpreendeu a goleira Flávia. O Minas chegava cada vez mais e o gol de empate parecia estar amadurecendo. Porém, o Real também respondia e aos 37, Camila Pini fez mais uma boa cobrança de falta e Karen foi buscar no cantinho. Dois minutos depois, Dani Silva carimou ou travessão em chute de fora da área.

Com 40 minutos, Manu Balbinot roubou a bola, deu belo drible e acertou um lindo chute que bateu no travessão e depois nas costas da goleira Flávia antes de entrar no fundo das redes. Naquele momento, o Minas Brasília precisava de apenas um gol para conseguir o título.

Com 44 minutos no placar, o Real Brasília chegou duas vezes com perigo e a goleira Karen fez duas grandes defesas para evitar o desempate, mas não teve jeito e a artilheira Geovana Alves apareceu na segunda trave para completar para o fundo das redes após desvio de cabeça na primeira trave.

Aos 49, Dani Silva fez cobrança de falta com perfeição, mas a goleira Karen foi buscar o chute no ângulo e a bola ainda bateu na trave depois. Depois não havia tempo para mais nada, o juiz apitou e a festa foi azul.

O Real Brasília agora se prepararia para a disputa da Supercopa do Brasil e ainda tinha mais reforços para chegar na equipe. Já o Minas Brasília terá a dificuldade de manter algumas jogadoras que já vem sendo sondadas por equipes de maior poder aquisitvo para a disputa da Série A2 do Feminino.

Ficha técnica

REAL BRASÍLIA 2X1 MINAS BRASÍLIA

Campeonato Candango Feminino 2021– Segunda fase – Final
Estádio Ciro Machado – Vila Planalto – DF – 27/11/2021, 10h

Árbitro: Maguielson Lima
A1: Cassia França de Souza
A2: Kinberlyn Morais Ramos
4º árbitro:  Luiz Paulo da Silva Aniceto

REAL BRASÍLIA
Flávia Guedes; Natasha Rosas, Rafa Soares, Isabela Melo (Jamille) e Bruna Natieli; Sassá, Gaby Soares (Luciana) e Camila Pini; Marcela Guedes, Geovana Alves e Dani Silva
Técnico: Adilson Galdino

Gols: Geovana Alves (2x)
Cartões Amarelos: Gaby Soares e Camila Pini.
Cartões Vermelhos: Não houve.

MINAS BRASÍLIA
Karen; Lay,Gabi Arcanjo, Isadora e Jéssica; Karla Alves (Manu Balbinot), Robinha (Farinon) e Bruna Pelé; Katielle, Nenê e Luana Spindler.
Técnico: Pablo Rizza

Gols: Manu Balbinot.
Cartões Amarelos: Isadora, Jéssica
Cartões Vermelhos: Não houve.

João Paulo

Jornalista apaixonado em contar as histórias que o esporte proporciona. Boêmio e torcedor nas horas vagas.

João Paulo tem 141 posts e contando. Ver todos os posts de João Paulo

João Paulo

Um comentário em “Com dois gols de Geovana Alves, Real Brasília conquista o tricampeonato candango

  • Avatar
    22 de dezembro de 2021 em 12:39
    Permalink

    Que legal…!!
    Esta foi uma visita excelente, gostei muito, voltarei assim
    que puder… Boa sorte..!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *