Créditos: Júlio César Silva

Candangão Feminino: Real Brasília e Minas Brasília decidem o título neste sábado

Está chegando a hora da decisão do Candangão Feminino 2021. Após dez jogos de muitas emoções, gols e defesas difíceis, Real Brasília e Minas Brasília entram em campo às 10h deste sábado (27), para conhecermos quem será o time campeão da 25ª edição da competição.

O jogo será aberto ao público, e para assistir, será necessário levar 1kg de alimento não perecível, comprovante de vacinação completa ou teste RT-PCR negativo realizado no período de 48h. Apenas 50% da capacidade do estádio foi liberada.

O Real Brasília é o atual bicampeão do Distrito Federal, e busca o seu terceiro título seguido. O time acabou na primeira posição do campeonato de forma invicta, tendo oito vitórias e apenas dois empates. O ataque foi o terceiro melhor, com 41 gols feitos, mas a defesa se destacou, tomando apenas quatro gols.

A equipe surgiu apenas em 2019, mas já é uma das principais da capital federal e até do país, fazendo parte hoje da Série A1 do Brasileirão Feminino Neoenergia. O Real Brasília chega para essa final desfalcada de duas atletas, Jennifer e Petra, ambas representando a Seleção Brasileira e Venezuelana, respectivamente. Essa última inclusive foi autora de um dos gols na última vitória da equipe na primeira fase, quando venceu o Legião no Defelê por 2×0.

Já o Minas Brasília tem três títulos na competição, e busca o quarto nessa final. A equipe não vence desde 2018, quando bateu o Cresspom, mas vem embalada após uma vitória por 15×0 sobre a Aruc, que lhe valeu a vaga na decisão após terminar com os mesmos 22 pontos do Cresspom, mas tendo um saldo de gols melhor. Nesse último jogo, o destaque ficou por conta de Luana Spindler, atacante que marcou oito gols no jogo.

A equipe comandada por Pablo Rizza chega com apenas um desfalque para a final, também por convocação, a goleira Janny, que estará com a Seleção Brasileira Sub-20. O time chega para final tendo o melhor ataque, com 46 gols marcados, e a segunda melhor defesa, com apenas oito gols levados. Destaque para a goleira Karen, que recentemente também foi convocada para vestir a amarelinha.

Foto: Júlio César Silva

Histórico

As equipes já se enfrentaram oito vezes desde 2019, sendo três vitórias para as Leoas do Planalto e uma para as Minas, no ano passado, por 1×0. Mas o duelo tem sido bastante equilibrado, com quatro empates, sendo um deles no Brasileirão Feminino Neoenergia Série A1 deste ano. O Real Brasília marcou 11 gols nesses jogos, enquanto o Minas Brasília marcou em oito oportunidades.

Artilharia

Na briga para saber quem será a artilheira da competição, quem está na frente não estará na final. A maior goleadora até aqui é a atacante Katyelle, do Cresspom, que está com 17 gols marcados. Quem pode chegar e também brigar pela artilharia pelas equipes finalistas são as atacantes Geovana, do Real Brasília, e Luana Spindler, do Minas Brasília, ambas com 14 gols cada até aqui.  

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 431 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *