Foto: Luã Tomasson

Cresspom e Minas Brasília ganham seus jogos, e vaga na final é decidida no saldo de gols

Na última rodada da primeira fase, três jogos foram realizados de forma simultânea, já que decidiria o segundo finalista do Candangão Feminino 2021. Com uma campanha invicta, o Real Brasília não poderia ser alcançado, e a segunda vaga estava entre Cresspom e Minas Brasília.

O Cresspom recebeu o Estrelinha no próprio CT com o mesmo número de pontos do Minas Brasília, mas na frente pelo saldo de gols, então precisaria fazer no mínimo o mesmo resultado e manter o bom saldo. Já as Minas jogaram contra a equipe do ARUC/Fúrias no Abadião.

E as tigresas até fizeram o dever de casa, vencendo o Estrelinha por 10×0, mas o Minas Brasília goleou a ARUC/Fúrias por 15×0, conseguindo então tirar a diferença de saldo de gols e garantindo a vaga na final do Candangão Feminino contra o Real Brasília.

Daqui a uma semana, no sábado (27), a partir das 10h, a bola rola no Defelê entre Real Brasília e Minas Brasília, para então conhecermos o grande campeão do Candangão Feminino 2021.

Cresspom 10×0 Estrelinha

Precisando de gols, o Cresspom foi para cima desde o início, e com apenas um minuto de jogo, abriu o placar com Thaynara, que recebeu uma bola infiltrada e não desperdiçou. Aos 17′, Katyele aproveitou a sobra de bola na pequena área e empurrou a bola para o fundo das redes, 2×0.

Com 23 minutos, Kethlen roubou a bola no meio de campo e chutou de muito longe para fazer o terceiro do Cresspom. E para fechar as contas do primeiro tempo, Katyele desarmou a adversária, tabelou e fez o quarto gol das Tigresas.

No começo da segunda etapa, a Katyele já tratou de fazer o quinto do time, terceiro dela no jogo, aproveitando cruzamento da direita. De cabeça, aos 7’, Kathlen fez mais um, 6×0 para o Cresspom. O 7º das Tigresas foi contra: Thaís tentou tirar a bola da área e chutou contra a própria meta.

O oitavo gol saiu de uma bobeira da defesa adversária. Katyele estava bem posicionada na segunda trave para fazer o 9º gol do time.

ARUC/Fúrias 0x15 Minas Brasília

Nos primeiros dez minutos, a rede não balançou. Mas a partir do primeiro gol, o Minas Brasília não parou mais. Nenê fez o primeiro de pênalti aos 12′, e Manu já ampliou três minutos depois. Com 17′, 3×0, gol de Luana, o primeiro dela no jogo.

Tal como o time, Luana não parou após fazer o primeiro. O 4×0 saiu aos 19′, e logo em seguida, a camisa 9 já fez o terceiro dela no jogo. Kati fez o sexto com 28 minutos, e Luana fez mais um aos 32. Nesse momento, o placar já marcava 7×0.

No primeiro tempo, o Minas Brasília ainda fez outros quatro gols: Pelé, Luana, Karla e Luana novamente fecharam o placar da primeira etapa em 11×0. Destaque para a camisa 9, que fez seis gols.

Como no primeiro tempo, os gols da etapa complementar demoraram a sair. Aos 17′, Luana fez o sétimo dela, o 12º do Minas Brasília. Vitorinha ampliou de pênalti, e Robinha deixou o dela aos 41 minutos de jogo. O último gol saiu aos 50′, outro de Luana, para fechar o placar e comemorar a vaga na final.

Camila Bairros

Jornalista pós-graduada em jornalismo digital. Escrevo sobre o esporte candango e nas horas vagas assisto mais futebol

Camila Bairros tem 235 posts e contando. Ver todos os posts de Camila Bairros

Camila Bairros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *