Foto: Ascom/Cresspom

Cresspom goleia e chega na última rodada com chances de ir à final

Só a vitória importava ao Cresspom. Antes do começo da rodada, as Tigresas estavam com 16 pontos, dois atrás do Minas Brasília, segundo colocado, e com uma diferença de oito gols de saldo. Então, além de vencer, a equipe comandada por Robson Marinho precisava de gols.

E foi isso que aconteceu. Na tarde deste sábado (13), jogando no clube Cresspom, a equipe venceu a ARUC/Fúrias por 12×0, e agora torce para que o Minas Brasília não ganhe neste domingo (14), contra o Real Brasília, no Defelê. Em caso de empate, as equipes empatam em número de pontos, e a vaga na final será decidida no saldo de gols.

O jogo

Logo no começo, Rato recebeu um lançamento de Buga no fundo do campo, driblou a marcação e cruzou bem para a área, mas Giovania cabeceou por cima da trave. O Cresspom seguiu no ataque, mas não conseguiu levar perigo ao gol da goleira Bruna.

Apenas com 17 minutos de jogo o Cresspom conseguiu furar a defesa da ARUC/Fúrias, abrindo o placar. Moara aproveitou o contra-ataque e chutou na saída da goleira adversária, rasteiro, para fazer 1×0. Dois minutos depois, Giovania tentou o cruzamento, mas a bola bateu no travessão e entrou, 2×0.

Giovania teve a chance de fazer mais um na sequência, mas Bruna saiu bem, dando um toque para tirar a bola da cabeça da atleta do Cresspom. Aos 27′, Katyelle recebeu na entrada da área e bateu de primeira para fazer o 3×0. No final da primeira etapa, as Tigresas chegaram a fazer mais um, mas a posição de impedimento foi assinalada.

Foto: Ascom/Cresspom

Precisando tirar a diferença de cinco gols de saldo, o Cresspom voltou para a segunda etapa buscando o ataque novamente. Aos 5′, após intensa troca de passes no campo adversário, Bárbara tocou para Giovania, já dentro da área, chutar rasteiro e fazer o quarto gol.

Com 10′ no relógio, após cobrança de escanteio, Katyelle subiu mais que a defesa e cabeceou firme para fazer o 5×0. buga cruzou, a goleira não segurou, e Giovania estava lá para empurrar a bola mais uma vez e fazer o terceiro dela, sexto do Cresspom.

Após novo escanteio, Camila tentou, a defesa tirou parcialmente, mas a bola ainda sobrou na pequena área, e Giovania estava mais uma vez bem posicionada para fazer mais um. ARUC/Fúrias 0x7 Cresspom com 18 minutos do segundo tempo.

Quatro minutos mais tarde, aos 22′, Buga lançou a bola na área, Giovania cabeceou e viu a bola bater no travessão antes de entrar. 8×0. Então, um caso de racismo com a lateral do Cresspom fez o jogo ser paralisado. Com as devidas providências tomadas pela polícia, a bola voltou a rolar.

Keke entrou no lugar de Giovania, artilheira da tarde, e logo tratou de fazer o nono gol do Cresspom na partida. No lance seguinte, a defesa da ARUC/Fúrias não conseguiu afastar a bola da área, Katyelle aproveitou a sobra e fez o 10º.

Apesar do ritmo diminuir, as Tigresas ainda conseguiram mais dois gols para fechar a goleada. Keke fez o mais bonito da tarde, por cobertura, e logo depois, Bárbara lançou rasteiro para Katyelle, sozinha dentro da área, fazer o último, 12×0 para o Cresspom.

Na próxima rodada, a equipe de Robson Marinho enfrenta o Estrelinha, enquanto a ARUC/Fúrias recebe o Minas Brasília. As datas, horários e locais ainda não foram definidos pela FFDF.

Camila Bairros

Jornalista pós-graduada em jornalismo digital. Escrevo sobre o esporte candango e nas horas vagas assisto mais futebol

Camila Bairros tem 280 posts e contando. Ver todos os posts de Camila Bairros

Camila Bairros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *