1º Campeonato Brasiliense de Queimada acontece neste final de semana

Desde dezembro de 2020 a queimada, brincadeira comum em ruas, quadras poliesportivas e escolas, deixou de ser apenas diversão, pelo menos no Distrito Federal , para ser considerada uma modalidade esportiva. Desde então, a prática vem se tornando cada vez mais comum, e muitas competições começaram a ser organizadas. E agora, o DF terá o 1º Campeonato Brasiliense de Queimada (CBQ), primeira competição oficial do esporte na capital federal.

O Instituto Movimentações vem organizando competições com o objetivo de engajar mais as equipes, e a mais recente foi o Festival Interno Martins Machado, que reuniu 16 equipes no ginásio do Maxuell, no Guará 1 no mês de agosto.

As Felinas foram as campeãs do último festival. Foto: reprodução/Instagram

Algumas equipes locais já disputavam competições em outros estados, e por isso foi tomada a iniciativa de criar um campeonato local. “Começamos a construir a ideia até virar realidade”, afirmou Daniel Araújo, organizador do CBQ.

O CBQ estava marcado para agosto, mas foi adiado para começar em 30 de outubro à pedido da Secretaria de Esportes, que precisou de um tempo maior para analisar todo o plano de trabalho. Com isso, as equipes tiveram também mais tempo de preparação.

Formato da competição

Os jogos começam no próximo sábado (30), e vão até 28 de novembro, sempre aos finais de semana, no Ginásio do Sest Senat, em Samambaia, sempre a partir das 9h. Ao total, são 12 times masculinos e 12 femininos, todos da categoria adulto, que serão divididos em dois grupos de seis, disputando um contra o outro em sistema de pontos corridos e classificando as oito melhores para as quartas de final.

Segundo o organizador do evento, diversos times de alto rendimento foram consultados sobre as melhores e mais competitivas equipes do cenário atual, e então, o próprio evento enviou um convite ofertando a vaga, que foi confirmada após pagamento de taxa de inscrição. Em caso de recusa do convite, o próximo time da “lista de competitividade” era chamado.

A taxa de inscrição foi de R$ 250, e 100% dos pagamentos serão revertidos para a premiação das três melhores equipes ao final do campeonato, sendo 300 reais para o terceiro, 700 para o segundo e 2.000 para o campeão.

“O formato da competição é inédito para os atletas, que sempre disputaram competições de um dia. A CBQ2021 traz um formato de disputa em cinco finais de semana, então eles precisarão de uma mudança de estratégia. Teremos vários confrontos de tirar o fôlego”, completou Daniel.

Ingressos não serão comercializados, mas o ginásio estará aberto ao público de acordo com a capacidade do local, em razão das medidas sanitárias de combate à covid-19.

Mais eventos

Daniel afirmou que o desejo da organização é de que essa competição venha a entrar de vez no calendário de eventos do DF, trazendo a memória antiga da brincadeira de criança e toda a satisfação de que se tornou um esporte sério e de alto nível.

Desejamos a todas as equipes uma ótima preparação e um belíssimo campeonato. Tenho certeza que Brasília será o berço da queimada do país.

Daniel Araújo

Lucas Bohrer

Jornalista esportivo formado em Comunicação Organizacional pela UnB. Viciado em acompanhar esportes e fascinado pela ideia de poder dar mais visibilidade a modalidades geralmente esquecidas.

Lucas Bohrer tem 100 posts e contando. Ver todos os posts de Lucas Bohrer

Lucas Bohrer

2 comentários em “1º Campeonato Brasiliense de Queimada acontece neste final de semana

  • Avatar
    29 de outubro de 2021 em 13:45
    Permalink

    Nos anos 70 Já fui bom nisso😀

    Resposta
    • Avatar
      29 de novembro de 2021 em 10:43
      Permalink

      Essa nova geração parece que é muito boa nisso. Já queimavam muito antes de ter competição organizada!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *