Foto: Júlio César Silva

Real Brasília é bicampeão do Candanguinho

A busca pelo título do Candanguinho 2021 terminou hoje (3). O jogo de volta da final teve como palco o Defelê, e a vantagem era da equipe da casa, o Real Brasília, que ganhou o jogo de ida por 1×0.

Na primeira etapa, um jogo muito truncado e de várias faltas. Os lances de perigo vieram principalmente a partir da bola parada para ambas as equipes.

Já na segunda etapa, com a temperatura um pouco mais amena, o jogo fluiu mais, possibilitando os gols. Ao final dos 90 minutos, com a vantagem do empate, os Leões do Planalto levantaram a taça.

Primeiro tempo

Precisando do resultado, o Taguatinga foi para cima e, aos 6’, Brayan cruzou com perigo e quase surpreendeu o goleiro Márcio. Dois minutos depois, foi a vez de João Vitor levar perigo à meta dos mandantes.

Apenas aos 17’ o Real Brasília conseguiu chegar com perigo, em chute do Índio, para defesa de Heitor. Aos 33’, Guilherme Alves apareceu livre e chutou por cima da meta.

Já ao final da primeira etapa, o Taguatinga voltou a aparecer, e Lyncom cabeceou com perigo. Com Índio, o Real Brasília tentou responder, mas também sem sucesso.

O Taguatinga começou forte, e dominou grande parte do primeiro tempo. Com uma pegada muito diferente do último jogo, conseguiu ter vantagem tática sobre o Real Brasília, aproveitando a bola parada.

Mesmo jogando em casa, o Real Brasília não conseguiu mostrar seu bom futebol até a parada técnica para a água. Depois da pausa, encontrou mais espaços para chegar ao ataque adversário.

Segundo tempo

Quem tomou a iniciativa do segundo tempo foi o Taguatinga, com chute cruzado de Matheus. Entretanto, Índio respondeu rápido, dando belo cruzamento para Vinicius completar para o gol e abrir o placar para o Real Brasília.

Aos 15’, Fernandinho se livrou da marcação e teve a oportunidade de chutar e empatar o placar, mas a finalização foi fraca, sem sustos para Márcio.

Após uma grande troca de finalizações e boas defesas de ambos os goleiros, o Leão do Planalto chegou ao segundo gol em novo cruzamento de Índio, dessa vez, para Éric, que estava em posição irregular e teve o gol anulado.

Aos 42’, o Real Brasília voltou a balançar as redes, mas dessa vez, pelo lado de fora. Felipe fingiu que ia cruzar e tentou a finalização, assustando o goleiro Heitor.

Com seis minutos de acréscimo, o Taguatinga se jogou para o ataque, e aos 50’, chegou ao empate com Lucas.

Fim de jogo

Precisando da vitória, o Taguatinga se lançou para frente, e conseguiu chegar próximo à área adversária, mas sem grandes finalizações. Já o Real se aproveitou da estatura alta dos seus zagueiros e abriu o placar logo no começo do segundo tempo, o que deu mais motivação e foco para o time construir o resultado e se consagrar campeão.

Foto: Júlio César Silva

Ficha técnica

Campeonato Candango Sub-20 – 2º jogo da final 
Estádio Defelê – Vila Planalto – DF – 03/09/2021, 15h30

Árbitro: Felipe Barbosa

A1: Josieliton Silva dos Santos

A2: Christofer Souza Valeriano

Quarto árbitro: Pedro Carlos Copatt Bueno Telles

Real Brasília

Márcio; Ítalo, Éric, Douglas e Felipe; Júlio, Fernandinho (Arthur Lisboa), Bruninho e Índio (Mateus); Vinicius e Guilherme Alves (Luan)
Técnico: Gerson Ramos

Cartões amarelos: Douglas Guilherme e Vinicius

Taguatinga

Heitor; Aclecio (Lucas), Henrique, Lyncom e Gledson; Ricardo (Wesley), Brayan, Matheus e Luiz Felipe; Gabriel R. e Luiz Gustavo (João Vitor)
Técnico: Luiz Henrique

Cartão amarelo: Gledson e Jhonatan

Cartão vermelho: Wesley

João Alexandre Matos

Apaixonado por esportes, buscando trazer a informação da melhor forma para o leitor.

João Alexandre Matos tem 15 posts e contando. Ver todos os posts de João Alexandre Matos

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *