Foto: Patricy Albuquerque/Minas Brasília

Minas abre vantagem, mas sofre virada e é rebaixado para a Série A2

Pela rodada de encerramento da Série A-1, o Minas Brasília enfrentou o Palmeiras no Abadião. A equipe brasiliense até começou vencendo por 2×0 e foi para o intervalo com a vantagem, mas no segundo tempo tomou a virada do Palmeiras.

Apesar de toda luta das Minas que começaram a rodada fora da zona, São José venceu e Botafogo empatou, portanto as duas equipes ultrapassaram as brasilienses e o Minas caiu para a zona de rebaixamento. A equipe voltará a disputar a Série A2 após três temporadas na elite.

Com os resultados da rodada, a equipe terminou o campeonato em 14º , com duas vitórias, cinco empates e oito derrotas, 11 gols marcados e 26 gols sofridos em 15 jogos.

Primeiro tempo

Com menos de um minuto, a goleira Jully errou passe e Pelé serviu Karla que bateu com perigo para defesa da goleira palmeirense. Aos 13 minutos, Nenê aproveitou bolão de Karla e tocou na saída da goleira para abrir o placar coroando o bom início do time na partida.

Aos 17′, Luana foi derrubada na área por Bruna e foi assinalado o pênalti. Jully defendeu a cobrança de Kaká, mas a zagueira no rebote marcou e ampliou para as Minas.

Foto: Patricy Albuquerque/Minas Brasília

O Palmeiras teve a sua primeira grande chance na partida aos 34′, após cobrança de escanteio, Rafaelle apareceu sozinha na pequena área e chutou com perigo para fora do gol defendido por Karen.

Com 44 minutos no relógio, de novo em escanteio, após saída errada de Karen, Maria Alves apareceu para cabecear sozinha na segunda trave e cabeceou para fora.

Primeiro tempo muito vibrante das Minas que depois preservaram a vantagem e o Palmeiras teve mais a posse de bola, mas criou chances apenas na bola parada.

Segundo tempo

Já na volta da segunda etapa, o Palmeiras mostrou novamente superioridade em bola aérea e Carol Baiana – que tinha acabado de entrar -, cabeceou sozinha por cima do gol. Logo depois, Nenê aproveitou vacilo de Augustina, chutou de fora, mas Jully fez boa defesa.

Palmeiras chegou a marcar após cobrança de escanteio com Carol Baiana, mas estava impedida. Porém, logo depois Maria Alves cruzou para Júlia Bianchi cabecear com força para diminuir o placar e fazer 2×1;

Aos 11′, veio o gol do empate. Após boa jogada de Bia Zaneratto pela lateral, Maria Alves apareceu sozinha para deixar tudo igual. O resultado parcial rebaixava o Minas. Karen salvou as candangas com bela defesa após cabeçada de Augustina.

Após o empate, o Palmeiras seguiu pressionando, e Bia Zaneratto obrigou Karen a fazer mais uma boa defesa. Aos 36′, veio a virada das palestinas após bom cruzamento de Chú para boa cabeçada de Bia Zaneratto. A jogadora da Seleção Brasileira quase marcou novamente, mas chutou para fora.

Fim de jogo

O Minas entrou bem vibrante no início da partida e segurou a ótima equipe do Palmeiras na primeira etapa, mas o time palestrino voltou com outra postura na segunda etapa e conseguiu impor sua superioridade, virando a partida. Resultado que rebaixou as Minas, que estavam na sua terceira temporada na Série A1, mas acabou sucumbindo diante da equipe vice-líder, além da combinação de resultados de Botafogo e São José.

Ficha técnica

MINAS BRASÍLIA 2×3 PALMEIRAS

Campeonato Brasileiro Feminino A1 – 15ª rodada
Estádio Abadião, Brasília (DF), 24/06/2021, 15h

Árbitro: Rafael Martins Diniz (DF)
Assistente 1: Lucas Torquato Guerra (DF)
Assistente 2: Renato Gomes Tolentino (DF)
Quarto Árbitro: Christiano Gayo Nascimento (DF)
Analista: Marrubson Melo Freitas (DF)

Minas Brasília

Karen; Suzana, Bia, Kaká (Farinon) e Jéssica; Karla Alves, Kati, Robinha e Pelé; Luana e Nenê (Manu).
Técnico: Davih Rodrigues.

Gols: Nenê e Kaká.
Cartões amarelos: não houve.
Cartões vermelhos: não houve.

Palmeiras

Jully, Rafaelle, Thais e Augustina; Bruna Calderan (Ary Borges) , Duda Santos (Carol Baiana), Julia Bianchi (Dandara), Camilinha (Rafa Andrade) e Katrine; Maria Alves (Chú) e Bia Zaneratto.
Técnico: Arthur Elias.

Gols: ´Júlia Biacnhi, Maria Alves e Bia Zaneratto.
Cartões amarelos: Duda Santos
Cartões vermelhos: não houve.

João Paulo

Jornalista apaixonado em contar as histórias que o esporte proporciona. Boêmio e torcedor nas horas vagas.

João Paulo tem 85 posts e contando. Ver todos os posts de João Paulo

João Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *