Foto: Alan Rones

Zé Love decide, e Brasiliense vence mais uma

Brasiliense e Nova Mutum-MT fizeram um jogo difícil na tarde deste sábado (19), no Serejão, pela terceira rodada da Série D. Com muitas faltas e marcação forte dos dois lados, os times tentavam recorrer a bolas paradas e lançamentos longos. Em duas dessas oportunidades, Zé Love fez valer sua experiência e fez os gols que deram a vitória ao Jacaré.

Com a vitória, o Brasiliense chega a 7 pontos e abre distância na liderança do grupo A5, já que Gama e Aparecidense tropeçaram. O Nova Mutum, por sua vez, cai para o sexto lugar.

O jogo

O Nova Mutum começou com três escanteios a favor logo nos três primeiros minutos. Depois, o Brasiliense equilibrou as ações.

Os 10 primeiros minutos foram de muitos lançamentos e poucas chances. Aos 12′, no entanto, uma dessas bolas lançadas deram gol para o Jacaré. Zotti inverteu bola para Luquinhas, que havia acabado de trocar de lado com Tobinha. O camisa 7 dominou e achou Zé Love na área. O centroavante deu um único toque na bola para marcar. Brasiliense 1×0.

O primeiro tempo seguiu amarrado, com muitos passes errados, faltas e jogadas individuais que não se completavam.

Aos 28′, Goduxo e Hugo chegaram travando uma bola na lateral. Ela sobrou para Leo Campos, que carregou até a linha de fundo e cruzou para Matheus. Sozinho, o centroavante completou para o gol.1×1.

Dois minutos depois, Peninha bateu falta de longa distância e quase encobre o goleiro Gabriel. O arqueiro estava atento e mandou para escanteio.

Aos 39′, o Jacaré levou perigo de novo. Luquinhas aproveitou cruzamento da direita, mas cabeceou em cima da marcação. A bola sobrou no alto para Zé Love, e o camisa 9 emendou um voleio. A bola passou tirando tinta da trave de Gabriel.

A bola lançada para Zé Love parecia ser o caminho. Por outras duas oportunidades, o Jacaré levantou na área procurando o artilheiro, mas a zaga do Nova Mutum evitou o gol.

Estreia no Jacaré

Para o segundo tempo, o técnico Vilson Tadei promoveu a estreia do meia Alan Mineiro. O jogo seguiu faltoso, e a primeira grande oportunidade veio apenas aos 19′. Goduxo levantou na área. Alan Mineiro tentou uma bicicleta, mas a bola escapou. Na sobra, Luquinhas pegou de primeira, e Gabriel defendeu com as pontas dos dedos.

A bola parada era mesmo o artifício de maior perigo de gol no jogo. Aos 23′, Alan Mineiro bateu escanteio, e Saulo desviou com o braço. O árbitro Julian Castro marcou pênalti, bem convertido por Zé Love. Brasiliense 2×1.

Aos 39′, o Nova Mutum criou sua melhor chance do segundo tempo. Felipe Augusto recebeu na entrada da área e fuzilou de pé direito. Matheus Brandão estava atento e espalmou.

Aos 43′, o Jacaré liquidou a partida. Alan Mineiro bateu escanteio, o goleiro Gabriel desviou parcialmente, e Luquinhas completou de cabeça para o gol aberto. Brasiliense 3×1 Nova Mutum-MT.

Na próxima rodada, o Brasiliense visita o União Rondonópolis-MT no sábado (26). Já o Nova Mutum deve seguir no DF para enfrentar o Gama, no mesmo dia.

Ficha técnica

BRASILIENSE 3×1 NOVA MUTUM-MT

Campeonato Brasileiro Série D 2021 – primeira fase – terceira rodada

Estádio Serejão, Taguatinga-DF – 19/06/2021, 15h30

Árbitro: Julian Negreiros de Castro (AC)

A1: Milton Alves (DF)

A2: Renato Tolentino (DF)

Quarto árbitro: Rafael Diniz (DF)

Analista de campo: Jamir Garcez (DF)

Brasiliense

Brandão; Diogo, Keynan, Badhuga e Weverton Goduxo; Lídio (Aldo), Zotti (Didira) e Peninha (Alan Mineiro); Luquinhas, Tobinha (Maicon Assis) e Zé Love (Victor Rangel)

Técnico: Vilson Tadei

Gols: Zé Love (12′ 1T e 23′ 2T), Luquinhas (43′ 2T)

Cartões amarelos: Peninha, Zé Love, Zotti, Luquinhas e Badhuga

Cartões vermelhos: não houve

Nova Mutum-MT

Gabriel Oliveira; Léo Campos (Michael Quintanilha), Saulo, Taison, Jhonatan Moc (Vinícius); Bruno Domingues, Miranda (Allan), Rafinha; Gustavo Nogy, Hugo (Abner) e Matheus (Felipe Augusto)

Gols: Matheus (28′ 1T)

Cartões amarelos: não houve

Cartões vermelhos: não houve

Willian Matos

Jornalista com experiência em redação, assessoria de imprensa, rádio e portais da web. Toca cavaco quando dá tempo. Tem a certeza que Rogério Ceni é melhor que Marcos. É editor-chefe do DF Sports+ desde maio de 2019

Willian Matos tem 226 posts e contando. Ver todos os posts de Willian Matos

Willian Matos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *