Ceilândia vence e passa o Gama no quadrangular semifinal

Na tarde deste sábado (1), feriado do dia do trabalhador, Gama e Ceilândia se enfrentaram no Defelê em um duelo crucial para as pretensões das equipes de chegarem na final do Candangão. Em uma partida bem disputada, o Gato Preto conseguiu se sobressair e venceu por 1×0, resultado magro se comparado às chances criadas durante o duelo.

Com o resultado, o alvinegro ultrapassou o alviverde na tabela, assumindo a segunda posição – meta para a classificação à final. O Periquito pode vir a se complicar caso a zebra apareça amanhã e o Luziânia vença o Brasiliense. Na quarta-feira (5), os dois times voltam a se enfrentar e, caso ganhe, o Ceilândia deve encaminhar seu lugar na grande final.

A partida começou com as equipes se lançando ao ataque, ambas criaram oportunidades, mas apenas na metade da primeira etapa que a bola balançou a rede. Gabriel Pedra se posicionou bem, pegou a sobra do erro da zaga adversária e marcou para o Gato Preto. Léo salvou o Periquito duas vezes e o placar permaneceu inalterado até o intervalo.

Na volta do intervalo, o Gama tentou com todas as forças buscar o empate, se lançando ao ataque com tudo, porém a equipe falhou nas finalizações e não conseguiu balançar a rede do Diego. O Ceilândia ameaçou mais, aproveitando os contra ataques, mas Léo e a pontaria alvinegra impediram o segundo. Dessa forma, a partida acabou com o 1×0.

Primeiro tempo

O duelo começou com o Periquito indo para cima, e em menos de dois minutos, o alviverde chegou três vezes com perigo, mas sem conseguir alcançar o gol defendido por Diego. O Gato Preto ameaçou aos 6′, em cobrança de escanteio o Liel subiu e carimbou a trave do Léo. Na sequência, Willian chutou e a bola saiu raspando a baliza alviverde.

O Ceilândia tentou aproveitar o bom momento, Matheus Lira vacilou na marcação, porém Léo saiu bem do gol para impedir a finalização do adversário. Com 11′ no relógio, Daniel Alagoano fez boa jogada, abriu no João Gabriel, só que Liel tirou o perigo da área alvinegra antes que o Gama finalizasse a jogada.

Lá e cá, o Gato Preto quase abriu o placar com Lucas Frank, aos 12′, mas Léo voou para salvar o Periquito, grande defesa. Depois de 10 minutos sem grandes emoções, em outro escanteio para o alvinegro, a zaga gamense se embananou e a bola sobrou para o Gabriel Pedra, que chutou com força para abrir o placar para o Ceilândia.

Após o gol e o bom início, com muitas chances para os dois lados, o jogo deu uma esfriada, se concentrando no meio campo, sem a bola chegar aos goleiros com perigo. O Verdão tentou ir atrás do empate, mas pecava no último terço do campo, errando na hora do último passe.

A última oportunidade da etapa foi em um lindo chute de Willian, defendido com maestria por Léo. No escanteio decorrente, o ataque alvinegro subiu sozinho, cabeceando para fora. Com isso, as equipes foram para o intervalo com a vitória por 1×0 do Ceilândia.

Segundo tempo

Precisando reverter a desvantagem, o Gama voltou para o campo com o meia Lila no lugar do volante Matheus Lira. Porém, o alvinegro foi o primeiro a chegar com perigo. Aos 8′, em descida pela esquerda do Mateus Bochecha, o lateral cruzou rasteiro, Willian finalizou e Léo salvou o alviverde com mais uma grande intervenção.

Na sequência, o Gato Preto veio de novo, dessa vez pela direita, mas Gabriel Pedra não conseguiu finalizar direito e o zagueiro Vinícius tirou de voleio. Os lances acordaram o Periquito: Mirray tentou de longe e viu a bola indo para fora, passando perto do gol adversário. Aos 12′, Lila foi outro a tentar de fora, só que Diego fez boa defesa.

Quatro minutos depois, o Gama fez bela jogada pela direita, com Igor Paim e Ronaldo, e Mirray recebeu um passe açucarado, o camisa 10 tentou de primeira, porém mandou a bola para fora do estádio. No contra ataque Mirandinha quase ampliou, só que a finalização saiu raspando a trave direita do Léo.

Com muitas mexidas, o jogo voltou a ficar sem emoções. O Periquito tinha a posse de bola, mas continuava falhando na hora da conclusão. A primeira no alvo foi com 29′ no relógio, quando o meia Gustavo arriscou de fora e viu Diego pulando para encaixar uma defesa tranquila.

E o Gama pressionou atrás do empate. Sete minutos depois, o alviverde teve a melhor chance da partida, porém David Barbosa, que ficou sozinho com Diego após receber um lindo passe, chutou para fora. Contra atacando, Wisman recebeu um lançamento, tentou encobrir o Léo e errou o alvo.

Aos 39′, Lila dominou dentro da área e caiu. Sem pênalti marcado, Sávio deu a simulação e o cartão amarelo para o meia. Dois minutos depois, João Gabriel cruzou falta na área e Ronaldo cabeceou para fora. A pressão era tanta que o goleiro Léo estava ficando quase na linha do meio de campo.

Com 47′ passados, Willian teve a chance de matar o jogo em um contra ataque, mas ao invés de chutar, aproveitando que Léo estava fora da área, ele tentou rolar para Matheus Silva e errou o passe. Dois minutos depois, a oportunidade foi de Igor Pato, só que Léo defendeu e o duelo acabou realmente no 1×0.

Ficha técnica

GAMA 0 X 1 CEILÂNDIA

Campeonato Candango 2021 – Terceira Fase – Terceira Rodada
Estádio Defelê (Ciro Machado), Vila Planalto, 01/05/2021, 15h30

Árbitro: Savio Pereira Sampaio.
Assistente 1: Kleber Alves Ribeiro.
Assistente 2: Milton Jeronimo Souza Alves.
Quarto Árbitro: Maricleber Cardoso de Gois.
Inspetor: Marrubson Melo Freitas.

Gama

Léo; Ronaldo, Marcão, Vinícius (Kasado) e João Gabriel; Filipe Werley, Matheus Lira (Lila) e Mirray (Gustavo); Ueslei, Daniel Alagoano (David Barbosa) e Igor Paim (Edu).
Técnico: Victor Santana.

Gols: não houve.
Cartão amarelo: Lila.
Cartões vermelhos: não houve.

Ceilândia

Diego; Dennis (Igor Pato), Lucas Frank, Liel e Mateus Bochecha; Dogão, Giovani (Fernandinho) e Gabriel Pedra (Matheus Silva); Willian, Mirandinha (Andrezinho) e Wisman.
Técnico: Adelson de Almeida.

Gol: Gabriel Pedra (22′).
Cartões amarelos: não houve.
Cartões vermelhos: não houve.

Lucas Bohrer

Jornalista esportivo formado em Comunicação Organizacional pela UnB. Viciado em acompanhar esportes e fascinado pela ideia de poder dar mais visibilidade a modalidades geralmente esquecidas.

Lucas Bohrer tem 100 posts e contando. Ver todos os posts de Lucas Bohrer

Lucas Bohrer

Um comentário em “Ceilândia vence e passa o Gama no quadrangular semifinal

  • Avatar
    1 de maio de 2021 em 20:08
    Permalink

    Ainda torço por mais resultados positivos pra Gama👆🏻

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *