Foto: Gustavo Moreno/METRÓPOLES

Brasiliense vence o Real Brasília e segue invicto no Candangão 2021

Brasiliense e Real Brasília se enfrentaram neste sábado (03) pela quarta rodada do Candangão 2021, no estádio Elmo Serejo, em Taguatinga, famosa Boca do Jacaré. Em partida que terminou 3 a 0 para o Brasiliense, o grande destaque ficou para Lukinhas, com uma bela assistência para Peninha, e outro belo gol.

A partida, como todos os jogos nacionais e regionais no Brasil, não teve presença de público em decorrência do combate a Covid-19, mas os fãs de futebol conseguiram acompanhar a partida em transmissão da TV Brasiliense, no YouTube.

Primeiro tempo

O Real foi o primeiro a partir para cima, Rychely recebeu na direita, cortou o defensor, mas cruzou muito forte para Erick Gabriel, que perdeu a bola para Diogo.

Logo em seguida, Edmar Sucuri chutou para frente, numa bola longa que mais parecia um passe, para Luquinhas, na ponta esquerda que não conseguiu acertar o cruzamento.

Aos 10 minutos, Rychely recebeu de Cabrini pelo meio, tabelou com Junior Batata e ficou cara a cara com o goleiro Sucuri, mas finalizou muito mal. Foi a primeira grande chance de gol do jogo até aqui.

Aos 19′, Peninha recuperou a bola no meio e fez um belo lançamento para Zé Love,  mas de maneira extremamente plástica, o goleiro Deola conseguiu afastar o perigo.

O Brasiliense tomou a frente da partida nesse momento, Diogo recebeu na direita, cruzou tão forte que a bola sobrou para Lukinhas na esquerda, que fez brilhante jogada para cima do adversário, invadiu a área e encontrou o Peninha na entrada da área defendida pelo Real para finalizar de esquerda, numa bola cruzada, um belo gol do Jacaré que estreou o placar do jogo.

Aos 25 minutos, Peninha recebeu na entrada da área e cruzou para Zé Love, que marcou de cabeça,  mas em posição de impedimento, pelo menos na opinião do bandeira.

Depois do gol, o Brasiliense comandou a partida e o Real sentiu muita dificuldade para atacar o jacaré, principalmente no último passe.

Aos 34′, Eric Rafael recebeu da direita e conseguiu acertar um bom cruzamento para Júnior Batata, que não alcançou a bola. A defesa do Brasiliense acabou mandando para escanteio, que com muitas das oportunidades criadas,  não foi aproveitado pelo Real.

Aos 35′ do primeiro tempo, Cabrini cobrou falta do meio obrigando o goleiro Sucuri a fazer uma grande defesa, o Real começou a desenvolver melhor suas jogadas ofensivas ao final do primeiro tempo.

Foto: Gustavo Moreno/METRÓPOLES

Segundo Tempo

No início da segunda etapa, o treinador do Real veio para cima, tirou David Manteiga, jogador que estava jogando de lateral e colocou Gilvan, um jogador de ataque.

Logo no início deu para ver as consequências das mexidas, o Real veio para esse segundo tempo com uma postura diferente, ainda não tinha sequer um minuto de jogo, mas o Real já conseguiu emplacar um contra-ataque que só não foi finalizado por Júnior Batata porque Edmar Sucuri foi de forma corajosa para dividida da jogada dentro da área do Brasiliense.

A euforia diminuiu e aos 5′ Luquinhas recebeu na esquerda e fez um excelente cruzamento para Zé Love que foi interceptado por Cabrini, lateral esquerdo do Real Brasília.

Aos oito minutos o Real voltou a atacar após bom cruzamento de Tarta para Júnior Batata, que cabeceou na trave e na volta perdeu um gol praticamente sem goleiro no rebote. Quase que o Real empatou a partida.

Mas mesmo com maior volume ofensivo do time visitante nesse segundo tempo, a equipe do Brasiliense conseguiu criar suas chances, e aos 11 minutos Peninha acertou um excelente passe no meio para Carlos Eduardo que acionou o Luquinhas e finalizou errado. Ambas as equipes estavam com oportunidades para marcar o gol.

Aos 13′, Zé Love ampliou o marcador. Depois de um bom lançamento de Carlos Eduardo para Diogo, o lateral não desperdiçou: cruzou na área e, num bate rebate, a bola sobrou para Zé Love fazer o gol, 2×0 para o Jacaré.

Aos 22′, Balotelli recebeu no meio, tocou para Peninha, ultrapassou a zaga do Real e recebeu de volta e com calma, rolou para Zé Love fazer o mais um, mas depois de muita confusão e muita demora por parte da arbitragem, o gol foi anulado por impedimento.

Aos 35 minutos, Luquinhas deu o ar de jogo vencido para seus companheiros, após fazer o seu merecido gol, o terceiro do Brasiliense, em uma tarde iluminada. O jogador recebeu cruzamento de Mário Henrique e Tobinha, que havia entrado no lugar de Zé Love, furou a bola, que sobrou para Luquinhas.

Foto: Gustavo Moreno/METRÓPOLES

Fim de Jogo

Com o resultado, o Brasiliense continuou invicto no campeonato, enquanto o Real está na última posição do grupo B, brigando com unhas e dentes contra o rebaixamento. 

Nos próximos jogos, o Brasiliense enfrentará o Taguatinga, na próxima terça (06) ; e o Real encontrará com o Sobradinho, na quarta (07).

Ficha Técnica

Real Brasília 0 x 3 Brasiliense  

Campeonato Candango 2021 – Primeira Fase – Quarta Rodada

Estádio Elmo Serejo (Serejão), Taguatinga, 03/04/2021, 15h30

Árbitro: Rodrigo Batista Raposo

A1: Lucas Torquato Guerra

A2: Marconi de Souza Gonçalo

Quarto Árbitro:​ Matheus de Moraes Silva

Provável escalação Real Brasília

Deola; David Manteiga, Felipe Marcelino, Cristian Lucca e Kabrine; Wallace, Tarta; Regino; Erik Gabriel; Rychely e Junior Batata.

Técnico: Edson Souza.

Gols: 

Cartões Amarelos: Deola 

Cartões Vermelhos:

Provável escalação Brasiliense 

Edmar Sucuri, Diogo, Gustavo Henrique, Badhuga e Mário Henrique; Sandy,  Lídio, Peninha; Luquinhas, Carlos Eduardo e Zé Love 

Técnico: Vilson Tadei

Gols: Peninha, Zé Love, Lukinhas

Cartões amarelos: Sandy, Zé Love, Balotelli

Cartões vermelhos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *