Foto: Mauro Horita/CBF

Brasileirão Feminino A1 é adiado; confira as novas datas

Por conta do avanço da pandemia da Covid-19 que obrigou a suspensão das competições esportivas em diversos estados brasileiros, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) oficializou na noite desta sexta-feira (19), a alteração no início do Campeonato Brasileiro Feminino A1 de 2021.

Agora, a primeira rodada da competição nacional está programada para ter bola rolando no dia 17 de abril. Por outro lado, os confrontos permanecem inalterados.

Representantes do Distrito Federal no torneio, o Minas Brasília mede forças com o Flamengo, na Gávea, às 15h do dia 18 de abril. Na mesma data, porém no SESC Alterosas, em Minas Gerais, o Real Brasília enfrenta o Cruzeiro às 18h.

O clássico entre as equipes candangas está programado para o dia 2 de junho, em duelo válido pela 12° rodada.

Minas Brasília

Na oitava edição da principal competição da modalidade no país, o Minas Brasília chega para terceira participação na elite. No ano passado, a equipe figurou o 12º lugar.

Com a expectativa de brigar pela parte de cima da tabela o time foi feroz ao mercado e trouxe diversos nomes. São elas: a goleira Karen, a volante Karla Alves. Ambas, ex-Palmeiras. A volante Monse Ayala (Cerro Porteño), a zagueira Dih (Napoli-SC), a lateral esquerda Katielle (Santos-SP), a atacante Nenê (Ferroviária-SP), e a centroavante Kayla Prince (Seleção Dominicana).

Além de nomes da categoria de base sub-18, como as meias Emanuele Balbinot e Maria Vitória, o Minas também tem novidade na casamata: o treinador Antonio Carlos Bona assumiu o lugar de Rodrigo Campos. Confira o elenco completo (clique aqui).

O Minas Brasília chega para a terceira participação entre as melhores do país
Foto: Patricy Albuquerque/Minas Brasília

Real Brasília

As Leoas do Planalto vêm de um 2020 fantástico, coroado com um bicampeonato Candango e o acesso para a elite do Brasileirão. Disposto a manter o ímpeto vencedor, 14 reforços foram contratados, incluindo o treinador – Adilson Galdino, de 47 anos, tricampeão da Libertadores, bicampeão da Copa do Brasil, tricampeão Paulista, além de campeão Sul-Americano sub-20 com a Seleção Brasileira.

Entre os nomes que desembarcaram na capital do país, destaque para a atacante Gadu, de apenas 23 anos, artilheira da Série A-2 com 11 gols e peça chave no acesso do Bahia para a elite, além da também atacante Tabatha, campeã da competição com o Napoli-SC. Veja o elenco completo (clique aqui).

Foto: ascom/Real Brasília

Fórmula

O Brasileirão Feminino é disputado em duas fases. A primeira, em turno único, onde todos os times se enfrentam. Posteriormente, os oito melhores se classificam.

Ao fim da primeira fase, o campeonato contará com uma pausa por conta da realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em julho. 

Após os jogos olímpicos a competição é retomada em formato mata-mata, como jogos de ida e volta. As finas estão pré-definidas para os dias 12 e 26 de setembro.

 Veja a tabela:

20210319204224_426

Marcus Rodrigues

Estudante de jornalismo da Universidade Paulista (Unip). Repórter do portal Metrópoles. Comentarista esportivo. Integra a equipe do DF Sports+ desde julho de 2019

Marcus Rodrigues tem 187 posts e contando. Ver todos os posts de Marcus Rodrigues

Marcus Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *