Casado entrega o boné e Tsunami já tem novo treinador

Caiu o segundo técnico do Candangão 2021. Depois de Rafael Toledo, do Real Brasília, Marcelo Casado entregou o cargo e não é mais técnico do Formosa. Com três derrotas consecutivas no comando do time, o treinador pediu para deixar o Tsunami.

O (Marcelo) Casado pediu para sair, achou que para o Bosque (Formosa), nesse momento, a saída dele dá um gás novo e entendemos em conjunto assim também.

Dirigente do clube

Marcelo Casado chegou ao Formosa na pré-temporada para assumir a vaga deixada por Antônio Bona, que aceitou a proposta para treinar a equipe do Minas Brasília. Mas o time não foi bem no início do Candangão, amargando derrotas para Unaí, Taguatinga e Luziânia. O alviverde está na lanterna do grupo B, e estaria rebaixado caso o campeonato se encerrasse hoje.

A Diretoria foi ao mercado e já anunciou seu substituto. Trata-se de Rúbio Alencar (foto acima), de 54 anos. Com muita bagagem no futebol, Rúbio começou sua carreira como preparador físico de clubes do sul do país, em seguida trabalhou como auxiliar técnico em clubes paulistas e da Seleção Brasileira Feminina. Como treinador, comandou Olimpia-SP, São José-SP, Penapolense-SP, Sobradinho e Taubaté-SP.

Quanto ao elenco, a diretoria promete não haver mudanças e acredita que ainda é possível buscar a classificação para a segunda fase. O time terá pela frente Samambaia, Gama e Real Brasília na sequência do Candangão.

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 3046 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *