Foto: Heber Gomes/Metropoles.com

Brasiliense surpreende Vila Nova e sai na frente pela Copa Verde

O Brasiliense foi à Goiânia na tarde deste domingo para encarar o Vila Nova-GO no jogo de ida das semifinais da Copa Verde 2020. Jogando no estádio Onésio Brasileiro, o Jacaré não se intimidou diante do campeão da série C, dominou a partida e venceu pelo placar de 2×0.

Com o resultado, o Brasiliense poderá até perder por um gol de diferença no jogo de volta marcado para o Serejão que mesmo assim estará classificado à final.

O JOGO

O técnico Vilson Taddei fez várias mudanças na equipe que eliminou o Atlético-GO. O volante Balotelli substituiu Peu na lateral esquerda e abriu espaço para Sandy no meio. Poupado, Luquinhas deu lugar a Jefferson Maranhão no comando de ataque.

Desde o início do jogo, o Brasiliense deu as cartas no jogo e dominou o adversário mesmo fora de casa. Não demorou muito e o Jacaré marcou o primeiro gol. Aos 15′, Zé Love tocou para Jéfferson Maranhão pela direita. Desmarcado, o atacante acertou um chutaço que surpreendeu Fabrício, que se esticou todo mas não conseguiu praticar a defesa.

Após o gol, o time goiano ensaiou uma reação. Aos 21 minutos, Maurinho fez boa jogada pela esquerda, passou bola por debaixo das pernas de Badhuga e na hora que Aldo chegou na marcação, caiu pedindo pênalti. O Árbitro nada marcou. Dois minutos depois Yuri tocou para João Pedro na área, não conseguiu o domínio e Balotelli afastou para a linha de fundo.

Por muito pouco o Brsiliense não amplia aos 27 minutos. Jefferson Maranhão tocou para Diogo pela direita que disparou uma bomba, mas a zaga cortou para fora. Seis minutos depois foi a vez do Vila assustar quando Alan Mineiro bateu falta rente ao travessão. Em nova oportunidade de bola parada Dudu bateu falta no ângulo e Sucuri foi buscar.

Aos 39′, Maicon Assis roubou bola no ataque e tocou para Zotti que invadiu a área, mas foi travado pela defesa. No finalzinho do primeiro tempo, contra ataque puxado por Jefferson Maranhão que tocou para Zé Love na área. Mas na hora de chutar a bola, acabou dividindo com a zaga e perdendo a chance.

Sandy briga pela bola em confronto realizado em Goiânia. Foto: Heber Gomes/Metropoles.com

Veio a segunda etapa e o Brasiliense logo marcou o seu segundo gol. Aos sete minutos, Zotti recebeu passe pela esquerda, chutou rasteiro e o contou com a falha do goleiro Fabrício para ampliar o placar. Dez minutos depois, Maicon Assis aproveitou sobra de bola da defesa alvirrubra e acertou um chutaço no travessão. E no minuto seguinte Zotti pegou de primeira um passe por cobertura e acertou uma bomba. Fabrício espalmou para fora da área.

Somente aos 21 minutos o Vila Nova voltou a assustar a defesa amarela. Novamente de falta, Alan Mineiro bateu falta colocada e Sucuri mais uma vez fez grande defesa.

Aos 38′, Henan invadiu a área mas na hora do chute foi travado por Badhuga. Na última oportunidade do jogo, Balotelli lançou Tobinha na área, mas acabou pisando na bola perdendo grande chance. Após o jogo, o meia Zotti falou com a reportagem do DF Sports+ sobre a partida:

Vila Nova e Brasiliense volta a se encontrar na próxima quinta-feira (18) às 15:30 no estádio Serejão em Taguatinga.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA-GO 0×2 BRASILIENSE

Estádio Onésio Brasileiro – 14/02/21 -16h00
Copa Verde – Semifinal – Jogo de ida

Árbitro: Jonathan Antero (RO)
Assistente 1: Márcia Bezerra (RO)
Assistente 2: Adenilson de Souza Barros (RO)
4° Arbitro: Rubens Rodrigues dos Santos (GO)

VILA NOVA-GO

Fabrício; Pedro Bambu (Celsinho), Rafael Donato (Danrlei), Nilson Jr. e William Formiga (Saimon); Yuri, Dudu e Alan Mineiro (Matheus Porto); João Pedro (Eder), Maurinho e Henan.
Técnico: Márcio Fernandes.

Gols: Não Houve.
Cartões amarelos: Saimon.
Cartões vermelhos: Não Houve.

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Diogo, Badhuga, Keynan e Balotelli; Aldo, Sandy, Maicon Assis (Carlos Eduardo) e Zotti (Peninha); Jefferson Maranhão (Tobinha) e Zé Love (Michel Platini).
Técnico: Vilson Tadei.

Gols: Jefferson Maranhão (15′ 1º Tempo) e Zotti (7′ 2º Tempo).
Cartões amarelos: Badhuga.
Cartões vermelhos: não houve.

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2616 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *