Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Um, dois, três: Brasiliense vence mais uma vez e avança na Copa Verde

Diante do domingo de chuva que atingiu a capital do país neste domingo (7), o Brasiliense recebeu a equipe do Atlético-GO em casa – no estádio Serejão – em embate válido pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Verde.

Com a vantagem na soma dos placares após o duelo de ida, o Jacaré viu o Dragão exercer uma pressão na primeira etapa, o que resultou no gol logo nos primeiros minutos. No segundo tempo, a equipe amarela mudou a postura e reverteu o placar com um golaço de Zé Love e ótima atuação de Tobinha, para avançar até a semifinal da competição.

O jogo

Em busca de reverter o saldo negativo, o treinador Eduardo Souza avançou as linhas no campo de defesa do Brasiliense. Dessa forma, foi recompensado logo aos cinco minutos, quando chegou ao gol inaugural.

Após troca de passes em frente à defesa do Brasilense, Chico apareceu nas costas da marcação para bater cruzado. A finalização surpreendeu os defensores ao ir direto para o fundo do barbante após desviar em Badhuga – 1×0 Dragão.

Insatisfeito com o resultado, a pressão atleticana persistiu, e aos nove minutos Sucuri evitou o 2×0. Em cobrança de escanteio, Chico suspendeu na área, a defesa não conseguiu afastar, sobrando nos pés do ataque goiano, no entanto, o guarda das redes do Jacaré operou o milagre.

Sem conseguir criar grandes oportunidades, o Brasiliense apostou na bola alçada na área na esperança de uma participação de Zé Love. Porém, em pouco resultou. Já no outro lado, as chances persistiram.

Aos 26’, o volante Gabriel apareceu na quina da grande área para finalizar ao gol. Entretanto, em mais um toque providencial, Sucuri evitou o gol ao espalmar para escanteio. Na cobrança, Chico tentou surpreender o goleiro do Jacaré com uma batida direto ao gol, mas, novamente, melhor para o camisa 1.

Na reta final da primeira etapa, Brasiliense e Atlético tiveram dois atletas expulsos após um desentendimento. O lateral Peu pelo lado amarelo e no Dragão o jovem atacante Ronald.

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Segunda etapa

Com a partida se encaminhando para a disputa nos pênaltis o treinador Vilson Tadei trouxe fôlego novo no ataque na volta do intervalo. Jefferson Maranhão deu lugar ao camisa 20 Maicon Assis. E a mudança de postura ficou evidente em relação aos 45 iniciais.

À la Juninho Pernambucano

Aos 10 minutos, o céu se abriu para iluminar a cobrança de falta magistral de Zé Love. A pouco mais de 7 passos da meia lua da grande área, em tiro livre frontal, o camisa 9 do Jacaré acertou uma cobrança exclusiva para peritos no assunto. A bola passou pela barreira e antes de morrer no fundo das redes ainda beliscou o travessão – 1×1.

Aos 21’, em jogada de ultrapassagem, o lateral Diogo esticou no fundo para Tobinha, que acabará de entrar, o atacante levantou a cabeça para efetuar o cruzamento que foi de encontro com Luquinhas, livre, para virar a partida.

10 minutos depois, em nova jogada ao fundo do campo com o camisa 22, o Brasiliense chegou ao terceiro gol. Tobinha encarou a defesa goiana e cruzou na cabeça de Sandy para ampliar – 3×1 Brasiliense.

Com a vitória, o clube amarelo assegurou a vaga na semifinal da Copa Verde e mantém vivo o sonho do título inédito do torneio.

Na próxima fase, o Jacaré aguarda o vencedor do confronto entre Vila Nova e Cuiabá. O duelo entre as equipes, ainda pelas quartas de final, está marcado para a noite desta segunda-feira (8), com vantagem de 1×0 para os cuiabanos.

Entrevista com Zé Love, autor do primeiro gol do Brasiliense

Marcus Rodrigues

Estudante de jornalismo da Universidade Paulista (Unip). Repórter do portal Metrópoles. Comentarista esportivo. Idealizador da página @capitaldabola_ no Instagram. Integra a equipe do DF Sports+ desde julho de 2019

Marcus Rodrigues tem 129 posts e contando. Ver todos os posts de Marcus Rodrigues

Marcus Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *