Real Brasília acerta com treinador campeão do mundo para a equipe feminina

O Real Brasília acertou a contratação do treinador Adilson Galdino, de 47 anos, para comandar a equipe feminina em seu primeiro ano no Campeonato Brasileiro da Série A1. O time buscava um nome de peso, alinhado ao grande conhecimento do futebol nacional, após a saída do treinador Evilásio de Almeida.

Galdino começou sua carreira em 2010 no São José-SP, quando foi preparador físico do time. Logo depois virou auxiliar-técnico do treinador Márcio Oliveira. Pouco tempo depois foi promovido a treinador da equipe paulista.

Em seu currículo pelo time conseguiu grandes títulos, sendo o mais importante o Mundial de Clubes, conquistado em 2014, após vitória contra a forte equipe do Arsenal, da Inglaterra, pelo próprio São José.

Adilson esteve presente em todos os grandes títulos da equipe que o revelou para o futebol: tricampeão da Libertadores (duas como auxiliar e uma como técnico), bicampeão da Copa do Brasil e também tricampeão Paulista, além de diversos outros. Galdino também foi campeão Sul-Americano sub-20 com a Seleção Brasileira. Já no Brasileirão, a equipe do interior de SP conquistou o vice-campeonato com Galdino no comando.

Sobre a chegada ao Real Brasília, o treinador se mostrou empolgado com o que encontrou na sua chegada. “Estou muito feliz porque vi algo muito fantástico no Real Brasília. É um clube de muita estrutura e que valoriza a categoria. Tem tudo pra ser um time ainda mais vencedor no futuro próximo. Estou muito motivado para esse trabalho e espero que seja um trabalho vitorioso, como sempre foi por onde passei”, afirmou.

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 337 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *