Foto: Patricy Albuquerque

Em duelo direto pela vaga nos playoffs, Brasília Vôlei bate o Pinheiros

Embalado com duas vitórias consecutivas nas últimas rodadas, a equipe do Brasília Vôlei, oitavo colocado na tabela com 13 pontos, recebeu o Pinheiros, nona posição, com 10, na noite desta terça-feira (26), no Sesi de Taguatinga, em duelo válido pela 5ª rodada do returno da Superliga Feminina.

Enquanto a boa fase do time treinado por Rogério Portela era um trunfo para o desafio da noite – duas vitórias consecutivas – por outro lado, as paulistas chegaram para o encontro com um retrospecto nada animador – cinco derrotas em sequência. A segunda equipe que mais perdeu na liga: 12 revés.

O jogo

Em quadra, a boa fase das candangas não impediu que o Pinheiros fizesse jogo duro no primeiro set. As visitantes venderam caro a derrota por 25×22. A equipe paulista liderou durante boa parte, no entanto, na marca dos 15 pontos, o Brasília acertou o bloqueio e com destaque para o ataque de Paquiardi e Edna, além de ótimos levantamentos de Ju Carrijo, conseguiu a virada.

O segundo set trouxe um Pinheiros novamente aguerrido em quadra. A equipe esteve no comando do placar do primeiro ao último ponto. Tendo o seu melhor momento quando chegou a abrir 18×14. Entretanto, caiu de produção e viu no retrovisor as comandadas de Rogério Portela melhorarem no ataque, mas, no fim, não foi o suficiente: 23×25 Pinheiros.

Foto: Patricy Albuquerque

Com o ânimo conquistado pela vitória no período anterior, as paulistas cresceram na partida, e assim como nos sets anteriores, estiveram na frente do placar durante boa parte do período. No entanto, a liderança da meio Aline foi fundamental para reanimar as companheiras, que estiveram atrás do marcador até a marca dos 17 pontos. E foi da camisa 6 o ponto que virou a partida em 18×17 e encaminhou vitória do Brasília por 25×23 no terceiro set.

Com um nível técnico e tático aperfeiçoado, o Brasília Vôlei fez sua melhor exibição de voleibol da partida no quarto set. Lideradas por Ariane, maior pontuadora da liga, e Edna a equipe sobressaiu-se em quadra, abrindo dez pontos de frente em certo momento. Final: 25×13.

Ao fim da partida, destaque para as atuações de Ariane e Edna, que terminaram a partida com 18 e 16 pontos, respectivamente. Além da levantadora Ju Carrijo, premiada com o troféu Viva Vôlei. Pelo lado das visitantes, Edinara foi a maior pontuadora, com 15 pontos.

Ju Carrijo com o troféu de melhor em quadra
Foto: Patricy Albuquerque

Tabela

Com a vitória, o Brasília Vôlei alcança o terceiro triunfo seguido – o quarto em cinco jogos que disputou em 2021. No outro lado, o Pinheiros chega a sexta derrota em sequência e acumula 13 revés na competição.

Na próxima rodada, na sexta-feira (29), o Brasília atua novamente em casa. A equipe recebe o Curitiba Vôlei às 20h. Já o Pinheiros, em mesma data e horário, mede forças com o São Caetano.

Ficha técnica

BRASÍLIA VÔLEI x PINHEIROS
25/22, 23/25, 25/23 e 25/13

Brasília Vôlei
Ju Carrijo/Ariane, Aline/Edna, Neneca/Paquiardi. Líbero: Vitória
Técnico: Rogério Portela

Pinheiros
Pri; Yael; Nandyala; Gabi Martins; Edinara; Natalia
Técnico: Reinaldo Bacilieri

Marcus Rodrigues

Estudante de jornalismo da Universidade Paulista (Unip). Repórter do portal Metrópoles. Comentarista esportivo. Idealizador da página @capitaldabola_ no Instagram. Integra a equipe do DF Sports+ desde julho de 2019

Marcus Rodrigues tem 121 posts e contando. Ver todos os posts de Marcus Rodrigues

Marcus Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *