Foto: Orlando Albuquerque/Especial para o Metrópoles

Com festa de Luquinhas, Brasiliense vence a Luverdense e avança para as quartas da Copa Verde

O Brasiliense enfrentou nesse domingo a Luverdense pelas oitavas de final da Copa Verde, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde-MT. O Jacaré goleou o Vitória-ES na primeira fase da competição, e a Luverdense já estava classificada por estar entre os oito melhores colocados no ranking da CBF.

Fora de casa, o Jacaré venceu por 2×1 e garantiu a vaga nas quartas com dois gols do aniversariante Luquinhas, que será desfalque na próxima partida pois foi expulso após ser substituído. O gol da Luverdense foi marcado por Léo Goteira.

Primeiro tempo

O começo da partida foi pouco movimentado, com nenhum chute no gol dos dois lados. A melhor chance foi da Luverdense com Lucas Lima, que chegou na área após passe errado de Aldo, mas o próprio jogador cortou o chute cruzado do jogador mato-grossense.

Aos 13′, novamente a Luverdense chegou com chute do ponta Maycon, que foi defendido pelo goleiro Sucuri, no rebote, Rubinho chutou sem perigo. A Luverdense ameaçava mais o Brasiliense, que parecia um pouco desajustado nos 15 primeiros minutos, tentando passes longos sem sucesso e entregando a posse de bola para os adversários.

Após início de chuva forte, Peu recebeu de Zé Love e chutou com perigo para o Jacaré pela primeira vez na partida, mas a bola foi para fora. Aos 20′, o Jacaré abriu o placar após cruzamento de Jefferson Maranhão para o aniversariante Luquinhas chapar de esquerda e tirar do goleiro Gabriel Félix.

A resposta da Luverdense veio rápida. Robertinho chutou de longe, a bola desviou na defesa e carimbou o travessão. Logo depois, Badhuga tocou para Lucas Lima que caiu, o juiz marcou o pênalti e Léo Goteira conseguiu furar o gol de Edmar Sucuri para deixar tudo igual.

Em dia iluminado, Luquinhas tratou de desempatar o placar aos 29 minutos, após passe de Zé Love. O atacante fintou o zagueiro e chutou com êxito para marcar um belo gol.

As ações da Luverdense vinham todas do lado direito com Maycon e Robertinho, mas também era onde o Brasiliense mais encontrava espaço, principalmente nas investidas de Luquinhas.

Os mandantes chegaram com perigo após tabela de Robertinho com Lucas Lima, mas Badhuga cortou. Léo Goteira recebeu em profundidade de Lucas Lima, mas Sucuri cresceu e operou grande defesa para evitar o empate.

Foto: Orlando Albuquerque/Especial para o Metrópoles

Segundo tempo

Com menos de um minuto, Luquinhas apareceu para tentar seu terceiro gol, mas Gabriel Félix se esticou e fez uma bela defesa. A Luverdense ensaiou uma pressão, mas o Brasiliense mostrava solidez defensiva.

Em cobrança de falta de Peu, Maranhão escorou e Aldo quase conseguiu completar na segunda trave, mas acabou apenas se chocando com a trave.

Inspirado, Luquinhas de novo apareceu e fez mais uma jogada de perigo. Finalizou da entrada da área, mas a bola acabou tocando na trave e indo para fora.

A Luverdense chegou a crescer na partida a partir da segunda metade da etapa, e o técnico Vilson Tadei tentou renovar a energia colocando Tobinha e Balotelli nos lugares de Peu e Aldo.

Tobinha entrou dando movimentação na partida e conseguiu segurar bem a posse de bola para o Jacaré. Chegou a ser empurrado na área, mas o juiz entendeu que foi lance normal de jogo.

O atacante Luquinhas tomou cartão vermelho no banco de reservas após o quarto árbitro chamar o árbitro central por alguma atitude do jogador que não foi identificada pela nossa equipe, e será desfalque no jogo de ida da próxima fase.

Fim de jogo

O Brasiliense conseguiu controlar o jogo durante maior parte do tempo, criando as melhores oportunidades e, nos contra-ataques, desperdiçou chances que poderiam ter dado ao time uma vitória com maior vantagem.

O Jacaré agora espera a definição do duelo entre Atlético-GO e Sinop-MT, que acontece amanhã, às 15h, em Goiânia.

João Paulo

Jornalista apaixonado em contar as histórias que o esporte proporciona. Boêmio e torcedor nas horas vagas.

João Paulo tem 24 posts e contando. Ver todos os posts de João Paulo

João Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *