Foto: Reprodução/LNB

Cerrado vence o Brasília em clássico disputado longe do DF

Na tarde de quarta (06), ambas as equipes do DF de basquete, Cerrado Basquete e Brasília Basquete, precisaram viajar até São Paulo para se enfrentar pela nona rodada da fase regular do NBB, apesar de a capital federal ser uma das sedes do torneio.

Ambas as equipes vinham de derrotas no campeonato, e o confronto entre elas foi marcado por uma grande superioridade do Cerrado, principalmente no início do jogo.  Com a vitória, a equipe passou o Brasília na tabela, mas segue na parte de baixo, em 14º.

Primeiro quarto

O clássico começou de forma arrasadora para o Cerrado, que chegou a abrir 10×0 nos quatro primeiros minutos de jogo, com grande destaque para Sérgio, com três cravadas, e Crescenzi, com duas assistências.

Ao decorrer do quarto, o Brasília conseguiu responder, mas o Cerrado ainda foi superior e venceu o período por 20×14.

Segundo quarto

O início de segundo quarto foi um pouco mais disputado em comparação ao primeiro, com direito a belo toco de Ambrosini seguido de uma falta do mesmo, em cima de Laster, a quinta do Cerrado até aqui.

A vantagem de dez pontos que o time verde conquistou no início do primeiro quarto se mantinha até o relógio bater 4′ para o fim, mas com grande destaque para Diego e Samuel, o Brasília conseguiu encostar no placar. Os Lobos seguiram pressionando, e fecharam o período em 44×41, na primeira oportunidade que a equipe teve de ficar à frente do placar.

Foto: Reprodução/LNB

Terceiro quarto

Mas a alegria durou pouco. Com menos de um jogo, Fuller e Nunes já conseguiram pontuar e deixar o Cerrado novamente à frente do placar. A partida ficou muito disputada depois disso, com Jefferson, do Brasília, e Coelho, do Cerrado, se destacando bastante nas bolas de três. Após várias faltas do time de azul e alguns lances livres, o Cerrado voltou a abrir quatro pontos de vantagem.

Depois de muitos erros de ataque do Brasília, o quarto acabou com o Cerrado na frente, 69×62.

Quarto período 

Não diferente dos outros períodos, o último quarto se desenrolou da mesma maneira disputada. O Cerrado aproveitou melhor as oportunidades, e seguiu sendo mais decisivo nas finalizações.

Coelho e Lucas Lima foram os que mais se destacaram nesse quesito para a equipe verde, e Crescenzi corria por fora, com muitas assistências.

Faltando quatro minutos para acabar, o Cerrado estava com uma vantagem de 16 pontos no placar, mas o Brasília diminuiu com uma bela bola de três de Diego, que ainda assim não foi o suficiente.

Final de jogo

O clássico candango terminou com vitória do Cerrado por 97×85, com grande destaque para Samuel, do Brasília, que foi o cestinha da partida com 21 pontos, e Coelho, da equipe vencedora, com 20. Ambas as equipes continuarão em São Paulo para a próxima rodada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *