Foto: Matheus Maranhão

NBB: Com sete desfalques, Brasília perde para Flamengo

Nesta sexta (18), o Brasília Basquete recebeu no Ginásio da Asceb o vice-líder da Liga, Flamengo, e perdeu por 100×74. O resultado se deu muito em conta do número excessivo de desfalques do time da capital, sete ao todo. Dentre eles, o experiente armador Nezinho e o ala Arthur, ambos já campeões pelo clube.

Os desfalques eram tantos para o Brasília, que foi necessária a contratação de um atleta às pressas, o armador Socas. A equipe vinha de uma grande vitória fora de casa contra o Franca, time tradicional de São Paulo, mas seguia na parte de baixo da tabela.

O Flamengo estava na segunda colocação, com apenas um derrota na NBB, para o líder São Paulo, e vinha de uma vitória arrasadora contra o Bauru, por 90 a 73.    

Com a derrota, o Brasília segue com apenas 18,2% de aproveitamento, com duas vitórias em 11 partidas, e amarga a 14ª posição na tabela. No domingo, enfrenta o Pato Basquete novamente no ginásio da Asceb, às 16h.

FLAMENGO X BRASÍLIA 

Primeiro quarto

O jogo começou com o Brasília abrindo um 8×2, com direito a bola de três do recém contratado Socas. O Flamengo desperdiçou muitas oportunidades de ataque, principalmente com Hettssheimmer, mas conseguiram encostar no placar após erro de Caio Torres.

Samuel apareceu bem no jogo para ampliar o placar para os mandantes, marcando 10×7. E com uma bela partida do ala direita Laster, que foi o cestinha no confronto contra o Franca, o Brasília chegou a abrir 24×19, e o placar do quarto foi fechado em 24×22.

Segundo quarto

No segundo quarto, o Flamengo entrou mais ligado no jogo, aumentando a intensidade na parte defensiva, mas esbarrava na boa partida de Marcelão, que entrou no lugar do Caio Dantas.

Chuzito acertou a pontaria, e com boas bolas de três, fez com que o Rubro Negro carioca passasse à frente no placar faltando mais de cinco minutos no relógio. Aproveitando-se dos erros de ataque e da falta de ritmo do Brasília, o Flamengo abriu a maior vantagem do jogo até então, fechando o quarto em 28×9, 50×33 no placar total.

Terceiro quarto

A segunda metade do jogo começou como terminou a primeira, com a equipe carioca com muito mais intensidade no jogo. O placar que antes era 50×33, ficou 61×33 em poucos minutos, após dois rebotes ofensivos para Olivinha e uma enterrada de Jonathan.

O Brasília respondeu com duas bolas de três de Diego, que até então, não fazia uma boa partida, e Jefferson, que era o jogador com mais minutos em quadra. A equipe carioca venceu o período por 17×25.

Quarto quarto

Jefferson começou o último quarto acertando sua segunda bola de três em cinco tentativas no jogo e, após o terceiro rebote defensivo de Diego para o Brasília, o time da capital vencia por 8×4

Entretanto, após mais uma sequência de erros, o Flamengo encostou no placar, e não precisou de muito para ampliar e abrir vantagem. Diego comandou a equipe do DF no final do último quarto, com um rebote defensivo e uma linda bola de três seguida de drible, o Brasília abriu 24×19. Mas o cansaço novamente foi o grande vilão, e Olivinha ajudou os cariocas a vencerem por 28×24.

Final de jogo

Ao fim do cronômetro, o placar mostrava novamente um placar ruim para o Brasília, que acabou derrotado por 103×74. O próximo jogo, contra o Patos, é uma disputa direta pela classificação.

O ala pivô do Brasília, Diego, falou com a reportagem ao final da partida.

Entrevista com o ala pivô Diego, do Brasília Basquete

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *