Foto: Alan Rones

O DF é verde! Samambaia bate Santa Maria e conquista a Segundinha

O final de semana começou com a final da Segundinha, entre Santa Maria e Samambaia, nesta manhã de sábado (5), no estádio Bezerrão. Na primeira fase, o confronto entre as equipes terminou com vitória de virada da Águia para cima da Cobra Cipó por 2×1, gols de Dadinho e Dan.

Dessa vez, o Samambaia segurou a pressão e saiu campeão, após vitória por 1×0. Vingança pela derrota no primeiro jogo da competição, mesmo após a saída de dois dos seus titulares, Robinho e Da Silva, para o Gama dois dias antes da grande final.

O primeiro tempo foi amplamente dominado pela Cobra Cipó, que abriu o placar aos 18′ com Marcos Paulo e poderia ter feito mais, porém pecou nas finalizações. Já a segunda etapa foi toda da Águia, que pressionou o tempo inteiro atrás do empate, mas parou nas mãos do goleiro Léo Unamuzaga.

Após o título em 2014 contra o Cruzeiro e o vice em 2017 contra o Bolamense, com a vitória sobre o Santa Maria o Samambaia chegou ao seu segundo título Segunda Divisão do Candangão e ficou com moral para o ano que vem.

Primeiro tempo

A partida começou com duas chegadas do Samambaia. Na primeira, Mirandinha abriu na esquerda para Elbinho, que cruzou, mas Weverton chegou para afastar. Depois, aos 6’, Mirandinha chutou de longe, porém fraco, e Márcio Fernandes segurou a boa com tranquilidade. O Santa Maria tinha a posse de bola, só que não convertia isso em chances de gol.

Enquanto isso, a equipe verde ameaçava em chegadas rápidas, comandadas por Mirandinha. Em uma delas, aos 18’, Marcos Paulo quase abriu o placar, mas Márcio Fernandes fez uma bela defesa. O rebote sobrou para a própria equipe do Samambaia e, após uma rápida troca de passes, a bola ficou no pé do Marcos Paulo. O meia tentou um chute cruzado por cima do goleiro e guardou. 1×0 Samambaia.

Aos 24’, a equipe rubra fez uma substituição: saiu Castro Jr. para a entrada Willian. Porém, quem continuou em cima foram os jogadores de verde. Aos 25’, em lances consecutivos, Pedrinho e Marcos Paulo quase ampliaram e, aos 28’, Mirandinha recebeu sozinho na área, mas seu chute saiu rente à trave.

Aos 40’, Gleissinho bateu escanteio na cabeça de Elbinho, e a bola passou raspando o travessão do Márcio Fernandes. O Santa Maria tentava, mas não conseguia criar chances perigosas. O zagueiro Leandro Bahia estava firme na marcação, facilitando o trabalho do goleiro Léo Unamuzaga, que só foi tocar na bola aos 43’, em uma defesa tranquila, sem sujar seu uniforme. Assim, o Samambaia foi para o intervalo com a vantagem no placar.

Segundo tempo

O Santa Maria voltou do intervalo com outra atitude. Mas a primeira chance, aos 3′, foi da Cobra Cipó, em cabeçada de Medeiros que saiu à direita do gol. Depois, a Água se impôs e criou diversas chances. A primeira, aos 5′, surgiu após uma falta perigosa, que foi mal cobrada, porém o rebote sobrou para Negueba, que chutou para fora.

Os jogadores do Samambaia continuaram cometendo muitas infrações perto da área. Aos 7′, Dan bateu direto uma falta frontal, e a bola bateu na rede, pelo lado de fora. Era pressão total do Santa Maria, que foi com tudo atrás da virada. Enquanto isso, a Cobra Cipó na defesa para segurar o placar.

Aos 26′, o goleiro Léo Unamuzaga começou a brilhar com uma defesa em cobrança de falta de Titico. Depois, aos 28′, o goleiro fez outra boa intervenção, após cabeçada em um escanteio a favor do Santa Maria. A Cobra Cipó teve uma oportunidade de ampliar, aos 34′, mas Danilo não aproveitou o presente do goleiro Márcio Fernandes e chutou longe do gol.

Fim de jogo se aproximando e pressão total da Águia, mas a defesa do Samambaia estava bem postada e a equipe vermelha não conseguia criar boas chances para empatar. Até que Willian fez uma bela jogada pela esquerda e finalizou bem, para grande defesa de Léo Unamuzaga.

O Santa Maria partiu todo para o ataque, com direito a zagueiro na ponta esquerda e, aos 49′, na última chance do jogo, Perivaldo recebeu cruzamento na área, mas a cabeçada saiu raspando o travessão do Léo Unamuzaga e o Samambaia se sagrou campeão da Segundinha 2020.

Fim de jogo

Após o apito final do árbitro Rodrigo Raposo, os jogadores da Cobra Cipó comemoraram muito em campo a vitória suada. Pedrinho foi coroado como artilheiro da competição, o goleiro Léo Unamuzaga recebeu o troféu de defesa menos vazada e todos os atletas do Samambaia receberam as suas medalhas antes de levantar o caneco e saborear a conquista.

FICHA TÉCNICA

SANTA MARIA 0 X 1 SAMAMBAIA

Estádio Bezerrão, Gama-DF – 05/12/2020
Campeonato Candango Segunda Divisão – Final

Árbitro: Rodrigo Raposo
Assistentes 1 e 2: Leila da Cruz e Lucas Modesto
Quarto Árbitro: Adriano Neri

Santa Maria
Márcio Fernandes; Dudu Gago, Negueba, Perivaldo e Weverton; Castro Jr. (Willian), Dadinho, Dan (Chalita) e Alanzinho; Romário e Titico (Kelvin).
Técnico: Ricardo Antônio

Gols: não houve
Cartões amarelos: Weverton e Alanzinho
Cartões vermelhos: não houve

Samambaia
Léo Unamuzaga; Yuri, Medeiros, Leandro Bahia e Gleissinho; Marcos Paulo, Elbinho (Maycon), Hugo e Ribeiro (Danilo, depois Álvaro); Mirandinha e Pedrinho.
Técnico: Christian Ramos

Gols: Marcos Paulo (18’)
Cartões amarelos: Ribeiro, Mirandinha, Gleissin, Marcos Paulo, Elbinho e Maycon
Cartões vermelhos: não houve

Lucas Bohrer

Jornalista esportivo formado em Comunicação Organizacional pela UnB. Viciado em acompanhar esportes e fascinado pela ideia de poder dar mais visibilidade a modalidades geralmente esquecidas.

Lucas Bohrer tem 57 posts e contando. Ver todos os posts de Lucas Bohrer

Lucas Bohrer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *