Real Brasília tem reforço para o Candangão Feminino

O Real Brasília segue reforçando sua equipe feminina para a sequência da temporada. O nome da vez é a jovem Kelly Becker, meia-atacante de apenas 19 anos. Seu contrato ainda não está regularizada no BID.

A atleta não poderá jogar na Série A2 do Brasileirão, porque as inscrições já foram encerradas. Além disso, Kelly já jogou a competição pelo Brasil de Farroupilha, que acabou em 5º do grupo F.

De Florianópolis, Kelly marcou seu primeiro gol como atleta profissional no dia 18 de outubro, na vitória do amistoso entre Brasil de Farroupilha e Flamengo, quando marcou o primeiro gol do jogo. A meia tem muita mobilidade em campo e de dribles rápidos.

Becker começou no futebol com apenas cinco anos, e ainda aos 11, descobriu um grave problema no coração e precisou passar por cirurgia. Mesmo assim, conseguiu voltar a jogar, e coleciona passagens por times como Criciúma e Avaí, onde chegou a ganhar uma Copa do Brasil de fut-7.

Competições

Na última semana, o Real Brasília conseguiu a classificação para as oitavas de final do Brasileirão Feminino A2 após vencer o Vasco dentro de casa. Agora, enfrenta o 3B no domingo (22), no Defelê, às 15h.

Pelo Candangão Feminino, a equipe tem duas vitórias e uma derrota em três jogos. Na próxima quarta (18), enfrenta o Gama fora de casa, às 15h30.

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 297 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *