Foto: Abelardo Mendes Junior

Lenda do judô brasiliense, Ketleyn viaja para o Grand Slam de Budapeste

Após meses sem competir por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, Ketleyn Quadros voltará aos tatames no final deste mês. Nesta segunda-feira (19), Ketleyn embarcou no avião com destino à Hungria, onde a judoca disputará o Grand Slam de Budapeste. A competição vai do dia 23 ao dia 25 de outubro, e vale pontos para o ranking que classifica as atletas para as Olimpíadas.

”Ficar meses sem competir e adaptar os treinos foi bem difícil. Temos planejamentos e metas, lidar e trabalhar com incertezas é desafiador. Procurei fazer o que podia e, aos poucos, as semanas de treino foram ficando cada vez melhores. Tive também a oportunidade de treinar em Portugal por 75 dias e, em seguida, a possibilidade de voltar a competir com o Grand Slam de Budapeste. Estou muito feliz por dar continuidade aos meus sonhos”, disse a judoca.

Nascida em Ceilândia, Ketleyn é uma lenda do judô nacional. Afinal, ela foi a primeira brasileira a ganhar uma medalha olímpica por um esporte individual, quando conquistou o bronze em Pequim, no ano de 2008. Além disso, outro grande feito da brasiliense foi ganhar a medalha de ouro nos jogos sul-americanos de 2010, em Medellín.

Ketleyn ganhou a medalha olímpica e o título sul-americano lutando na categoria leve, até 57 kg. Hoje, a brasiliense luta na meio-médio, até 63 kg, e é a brasileira melhor colocada no ranking da categoria. Ou seja, mantendo essa posição, Ketleyn irá até Tóquio para representar o Brasil nas Olímpiadas pela segunda vez em sua carreira, aos 33 anos de idade.

Adiamento da Olimpiada

Ketleyn participaria neste ano da sua segunda Olimpíada, mas devido a pandemia, os Jogos de 2020 foram adiados. Para manter a forma, a atleta seguiu realizando seus treinamentos de dentro de casa.

Eduardo Blatt

Estudante de Jornalismo, apaixonado por esportes e amante do futebol local. Sempre foi aquele que, quando começa a resenhar com os amigos sobre futebol, não tem quem o faça parar. Agora, busca fazer isso como profissão.

Eduardo Blatt tem 17 posts e contando. Ver todos os posts de Eduardo Blatt

Eduardo Blatt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *