Foto: Igo Estrela/Metrópoles

Brasiliense vence e se isola na vice-liderança do grupo na Série D

O Brasiliense recebeu o Villa Nova-MG nessa segunda-feira (19), no Serejão, pela última rodada do primeiro turno da Série D do Campeonato Brasileiro. Com gol de Zé Love, de pênalti, o Jacaré está isolado na vice-liderança do seu grupo, atrás somente do Gama, que também venceu nessa rodada.

Primeiro tempo

O Brasiliense começou o jogo pressionando no ataque, e a partir de uma boa troca de passes, conseguia chegar perto da área do Villa Nova-MG. Aos 16’, Zé love fez bem o pivô e serviu Romarinho, que chutou forte para a boa defesa do goleiro Deola.

Apesar de dominar a partida, o time candango não conseguia boas finalizações. Aos 34’, Diogo sofreu falta na direita da grande área, Peninha bateu direto para o gol, e a bola bateu na rede do lado de fora, assustando o goleiro do Villa.

Aos 35’, Zé love recebeu dentro da área, e em nova jogada de pivô, a bola sobrou para Luquinhas chutar forte, obrigando o goleiro Deola a salvar a equipe mineira. O jogo ficou morno, com o jacaré tentando pressionar, mas levar grande perigo. Aos 46’, João Paulo cobrou uma falta de longe, e a bola passou por cima do gol. Esse foi o único lance do Leão do Bonfim na primeira etapa.

Segundo tempo

Foto: Igo Estrela/Metrópoles

O segundo tempo começou como terminou o primeiro, com o Brasiliense indo pra cima e tocando bem a bola. Aos 10’, Marcos Aurélio – que entrou no lugar de Bruno Lima – arriscou de longe, desviando na zaga do Vila e assustando o goleiro. Quatro minutos depois, Zé Love recebeu pela direita e serviu Marcos Aurélio, que chutou, mas sem força, fácil para Deola fazer a defesa.

Em seguida, Peu cruzou para Zé Love, que dentro da área, foi empurrado por João Paulo – que havia acabado de entrar –, e o juiz marcou a penalidade máxima. Ele mesmo bateu e fez o gol que abriu o placar!

Aos 19’, o mesmo João Paulo derrubou Esquerdinha, dessa vez fora da área. Na cobrança, Marcos Aurélio encheu o pé, e Deola primeiro defendeu com a ponta dos dedos e depois contou com a trave para evitar o segundo gol. Por um capricho essa bola não entrou. Só dava jacaré!

Aos 27’, Marcos Aurélio tentou de fora da área de novo, mas a zaga conseguiu jogar para escanteio. O jogo ficou mais truncado, o Jacaré se fechou após o gol, e o Villa tentava ir para cima, mas esbarrava na boa marcação do time candango.

Maicon – aquele mesmo ex-Seleção Brasileira – fez boa jogada aos 48’, cruzando pela lateral direita e levando perigo ao gol de Fernando Henrique, mas Diogo afastou. O jogo seguiu com pressão do time mineiro, mas terminou mesmo com a vitória do Brasiliense, que levou os três pontos e ficou isolado na liderança do seu grupo, atrás somente do Gama.

Já pelo returno, o Brasiliense volta a jogar na quinta (22), novamente contra o Villa Nova, mas dessa vez em Nova Lima-MG, às 19h, no estádio Castor Cifuentes, buscando se consolidar na Série D.

FICHA TÉCNICA

BRASILIENSE 1×0 VILLA NOVA-MG

Campeonato Brasileiro Série D – 7ª rodada
Estádio Serejão, Taguatinga –DF  – 19/10/2020, 15h

Árbitro: José Ricardo Vasconcelos Laranjeiras-AL
A1: Kleber Alves Ribeiro-DF
A2: Lucas Modesto-DF
4º árbitro: Marcello Rudá-DF

BRASILIENSE
Fernando Henrique; Diogo, Badhuga, Keynan e Peu; Bruno Lima (Marcos Aurélio), Peninha (Esquerdinha), Balotelli, Maicon Assis (Radamés); Luquinhas (Mariano) e Zé Love (Romarinho)
Técnico: Edson Souza

Cartão amarelo: Maicon, Bruno Lima e Esquerdinha
Cartão vermelho: não houve
Gols: Zé Love (15’ 2T)

VILLA NOVA-MG
Deola; Jean Carlos, João Paulo (Maicon), Wellington Oliveira e Charles; Wander, Talysson, João Lucas, Lucas Grossi (Alef), Wellington; Raphael (João Guilherme) e Ramon
Técnico: Mancini

Cartão Amarelo: João Paulo, João Guilherme, Jean Carlos e Wellington
Cartão Vermelho: não houve
Gols: não houve

Gabriel Albuquerque

Nortista de alma, candango de coração. Estudante de Jornalismo, botafoguense e apaixonado por esporte — em especial, pelo futebol nosso de cada dia.

Gabriel Albuquerque tem 41 posts e contando. Ver todos os posts de Gabriel Albuquerque

Gabriel Albuquerque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *