Foto: Pedro Sarmento/Toque de Bola

Fora de casa, Gama empata e segue invicto na Série D

O Gama foi até Minas Gerais e voltou de lá com um empate, mantendo a campanha invicta na Série D. A equipe agora acumula quatro vitórias e um empate, e segue na liderança do grupo A6, com 13 pontos.

A equipe foi melhor na maior parte do jogo, mas um erro crucial no final do primeiro tempo impediu a continuidade da campanha com 100% de aproveitamento. O gol marcado pela equipe alviverde foi de Nunes, que chegou ao seu 16º gol em 21 partidas no ano, um dos artilheiros do Brasil em 2020.

Primeiro Tempo

A primeira chance real do jogo foi do Gama, aos 14’, quando o lateral Júlio Lima recebeu na esquerda, avançou e chutou firme. A bola acabou desviando na zaga, saindo sem perigo. No escanteio, a bola foi colocada na área, e Gustavo subiu sozinho, mas cabeceou pra fora. Já aos 16’, quem chegou foi o Tupynambas, o atacante Nunes driblou pra direita e chutou forte, obrigado o goleiro Calaça a fazer ótima defesa.

Aos 17’, pênalti para o Gama. Calaça fez longo lançamento para o atacante Everton, que driblou e foi derrubado dentro da área. Nunes veio pra cobrança, e com muita categoria, fez o primeiro do jogo. Nunes, dessa vez do Tupynambas, teve a chance de empatar a partida aos 23′, mas a finalização foi para fora.

Foto: CBFTV

O Gama chegou bem novamente aos 24’. Nunes roubou a bola no meio de campo e deixou para Vitor Xavier, que cruzou para o meio da área. Everton deixou Esquerdinha, livre, com um toque de letra, mas a bola caprichosamente bateu na trave.

Aos 31’, Calaça fez novo cruzamento para a área adversária, e Vitor Xavier dominou no peito e já bateu para gol, sem deixar cair, para grande defesa de Arthur.

A resposta dos donos da casa veio aos 37’, após cobrança de falta, a bola passou por toda a área e bateu na trave. No minuto seguinte, em contra-ataque, Igor recebeu, puxou pra direita e bateu, mas a bola subiu e foi direto para fora.

O Gama só conseguiu responder aos 39′, quando Júlio Lima achou Nunes sozinho na área, mas a bola foi cabeceada direto para a linha de fundo.

Precisando buscar o resultado o Tupynambas se lançou totalmente ao ataque no final da primeira etapa. Aos 41′, após cruzamento para a grande área, o volante Guilherme concluiu para fora. Mas em seguida, após erro de Wallace, Igor roubou a bola e passou para Fabinho Alves driblar o zagueiro Emerson e fuzilar de canhota para deixar tudo igual no placar.

Segundo tempo

A segunda etapa começou com o Tupynambas pressionando e buscando o ataque, mas a primeira chance clara foi do Gama, aos 8’, quando a bola foi colocada na área e o artilheiro Nunes subiu sozinho, e cabeceou para fora.

O mandante respondeu aos 11’, com sua jogada mais forte, a de velocidade pelas pontas. João Vitor fez o cruzamento, a bola desviou, e o goleiro Calaça conseguiu fazer boa defesa pra evitar a virada.

Aos 18′, o Tupynambas teve nova chance de virar o placar, dessa vez com Wellington Batista, que cortou pra esquerda e chutou forte. A bola desviou, e Calaça fez grande defesa. No lance seguinte, Vitor Xavier ficou livre pela esquerda, mas finalizou mal e perdeu ótima chance.

Andrei Alba cobrou uma falta perigosa aos 25’, e a bola passou tirando tinta da trave. O alviverde teve seu último ataque perigoso aos 38′, quando uma finalização de fora da área passou passou perto da trave adversária.

Com isso, o Gama perdeu o 100% de aproveitamento, mas segue invicto na Série D do Brasileirão. A equipe volta à campo contra o Palmas na próxima quarta (14), novamente fora de casa.

FICHA TÉCNICA

TUPYNAMBÁS 1×1 GAMA

Campeonato Brasileiro Série D – Primeira fase – 5ª rodada
Estádio Municipal Radialista Mário Heleno- Juiz de Fora-MG, 10/10, 16h

Árbitro: Eduardo Teixeira
A1 e A2: Magno Lira e Marcyano Vicente
Quarto árbitro: Leonardo Pinto
Analista de campo: Rogério da Costa

Gama
Rodrigo Calaça; Gabriel, Gustavo, Émerson e Julio Lima; Wallace, Andrei Alba (Romário) e Esquerdinha; Éverton (David Souza), Nunes (Platini) e Vitor Xavier (Wesley)
Técnico: Vilson Tadei

Gol: Nunes
Cartões amarelos: Emerson, Gabriel, Gustavo e Andrei Alba
Cartões vermelhos: não houve

Tupynambás
Arthur; João Vitor, Adriano Seixas, Marcos Alemão e Adriano Silva; Guilherme, Vinicius Leonel e Wellington Batista (Linhares) ; Nunes, Ygor e Fabinho Alves
Técnico: Guiba

Gol: Fabinho Alves
Cartões amarelos: Wellington Batista e Vinicius Leonel
Cartões vermelhos: não houve

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 298 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *