Igo Estrela/Metrópoles

Com dois de Douglas, Brasiliense estreia com vitória na Série D

Na tarde deste domingo (20), o estádio Mané Garrincha foi palco para a partida de estreia do Brasiliense na fase de grupos do Campeonato Brasileiro Série D. O Jacaré recebeu a Caldense, que veio para Brasília com seis desfalques por conta da Covid-19, incluindo o treinador e o auxiliar técnico. Desta forma, apenas dois atletas estavam à disposição no banco de reservas.

No lado amarelo, o treinador Edson Souza também não pode contar com seis atletas: Neto Baiano, Zé Love, Aldo, Railan, Preto Costa e Naylhor. Por outro lado, Peninha recuperou-se da lesão que o tirou de campo no primeiro tempo da final do Candangão, e foi relacionado para a partida.

O jogo

O Jacaré iniciou a partida como manda o ritual, em cima do adversário. Aos dois minutos, Romarinho pressionou a saída do goleiro adversário, que se atrapalhou. Na sobra, Jefferson Maranhão pegou errado e o chute saiu por cima do gol.

A falta de atletas titulares pesou para a equipe de Poços de Caldas. Aos 34’, Lucas Silva arriscou pela direita, mas a bola não assustou o goleiro Fernando Henrique.

Dois minutos mais tarde, aos 36′, Fernandinho foi ao fundo e cruzou para o Romarinho, livre, tocar de cabeça para fora.

O Jacaré seguiu em cima. Aos 37’, Romarinho inverteu para Sandy nas costas da defesa mineira finalizar na rede pelo lado de fora.

Três minutos depois enfim o marcador foi inaugurado. Douglas recebeu no meio, atraiu a marcação, tocou para Romarinho de frente para a meta arriscar o chute, a bola desviou e impediu que o goleiro Alyson pudesse praticar a defesa – Brasiliense 1×0 Caldense.

Foto: Igo Estrela/Metrópoles

45 complementares

O segundo tempo começou à favor dos donos da casa, logo aos dois minutos, pênalti para o Jacaré após toque de mão do zagueiro da Caldense.

Douglas foi para a bola e não perdoou, bateu firme no canto, sem chance de defesa – 2×0 no placar.

Aos 11’, por muito pouco Romarinho não ampliou. O atacante recebeu pela esquerda, ajeitou e bateu colocado. Porém, a bola parou na trave.

Mas três minutos depois, veio o inevitável. Douglas aproveitou a sobra de bola na entrada da grande área no mesmo canto da penalidade. O segundo dele, terceiro da partida.

Aos 30’, a Caldense descontou. Rodrigo de forma infantil derrubou o centroavante Luis Henrique dentro da área, e o árbitro apontou para a marca da cal. O lateral Filipe, capitão da Veterana e dono das bolas paradas, foi para a cobrança e descontou – 3 a 1.

Na próxima rodada, no sábado (26), o Brasiliense reencontra o arquirrival Gama no estádio Bezerrão, às 17h.

BRASILIENSE 3 x 1 CALDENSE
Campeonato Brasileiro Série D – fase de grupos, primeira rodada
Estádio Mané Garrincha, Brasília-DF – 20/09/2020, 15h

Árbitro: Tiago de Alencar Gonzaga (MS)
Assistentes 1 e 2: Kleber Alves Ribeiro (DF) e Renato Gomes Tolentino (DF)
Quarto árbitro: Marcelo Rudá (DF)
Analista de campo: Jamir Carlos Garcez (DF)

Brasiliense
Fernando Henrique; Sandy (Davi Manteiga), Badhuga, Rodrigo e Fernandinho; Bruno Lima, Wagner Balotelli e Douglas (Marcos Aurélio); Jefferson Maranhão (Renatinho), Luquinhas (Fabinho) e Romarinho (Peninha)
Técnico: Edson Souza

Gols: Romarinho (40′ 1T), Douglas (2′ 2T e 14′ 2T)

Cartão amarelo: Rodrigo

Cartão vermelho: não houve

Caldense
Alyson; Filipe, Guilherme Augusto, Lucas Mufalo, Verrone; Morais, Lucas Felipe, Nathan, Leonardo (Carlos), Franklin e Luis Henrique
Técnico: Vhenycius Zarpelão

Gols: Filipi

Cartão amarelo: Filipi

Cartão vermelho: não houve

Marcus Rodrigues

Estudante de jornalismo da Universidade Paulista (Unip). Estagiário do portal Metrópoles. Idealizador da página @capitaldabola_ no instagram. Repórter do DF Sports+ desde julho de 2019

Marcus Rodrigues tem 71 posts e contando. Ver todos os posts de Marcus Rodrigues

Marcus Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *